Telescópio terrestre consegue detectar movimento de super-Terra
66
Compartilhamentos

Telescópio terrestre consegue detectar movimento de super-Terra

Último Vídeo

Em 2012, um exoplaneta parecido com a Terra foi detectado pelo telescópio espacial Spitzer. Batizado de 55 Cancri e, ele é duas vezes maior que o nosso planeta, tendo uma massa oito vezes superior.

No entanto, ele é muito mais leve que planetas gigantes como Netuno, por exemplo, sendo, aparentemente formado por um núcleo rochoso coberto de água extremamente quente, que se encontra na forma líquida e gasosa ao mesmo tempo.

Agora, mais detalhes sobre esse planeta foram detectados por um telescópio terrestre, o que pode ajudar futuras missões espaciais que buscam exoplanetas em trânsito. De acordo com o artigo de Kukil Bora, do International Business Times, os astrônomos usaram o telescópio terrestre pela primeira vez para detectar esse exoplaneta, enquanto ele estava transitando uma estrela parecida com o Sol.

Processo de observação

Os cientistas usaram o Telescópio Óptico Nórdico, de 2,5 metros na ilha de La Palma, na Espanha, para esse processo. A estrela do exoplaneta, chamada de 55 Cancri, fica a apenas 40 anos-luz de distância da Terra, sendo visível a olho nu, de acordo com o que disseram os pesquisadores em um estudo, previsto para ser publicado no Astrophysical Journal Letters.

"Nossas observações mostram que podemos detectar os trânsitos de pequenos planetas em torno de estrelas semelhantes ao Sol usando telescópios terrestres", disse Ernst de Mooij, da Queen’s University de Belfast e principal autor do estudo, em um comunicado.

Durante seu trânsito, o 55 Cancri e passa pela estrela e bloqueia uma pequena fração de sua luz, escurecendo o seu Sol cerca de 0,05% por quase duas horas, ajudando os cientistas a determinar que o planeta tem cerca de duas vezes o tamanho da Terra.

"Isto é especialmente importante para as missões espaciais futuras, como a Tess e PLATO, que devem encontrar muitos pequenos planetas em torno de estrelas brilhantes e nós vamos querer acompanhar as descobertas com instrumentos terrestres", disse Mooij.

O TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) é um telescópio espacial que faz parte do programa Explorador de 2017 da NASA, que é projetado para procurar exoplanetas. Já o PLATO é um observatório da Agência Espacial Europeia, que está previsto para ser lançado em 2024 em busca de planetas em trânsito terrestres.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.