4 pessoas que fizeram as melhores autocirurgias de todos os tempos
573
Compartilhamentos

4 pessoas que fizeram as melhores autocirurgias de todos os tempos

Último Vídeo

Já contamos aqui no Mega Curioso a incrível história do Dr. Evan O’Neill Kane, um cirurgião norte-americano que, entre as décadas de 20 e 30, operou a si mesmo em três ocasiões. No entanto, Kane não foi o único, e muito menos o primeiro. Muitas outras pessoas realizaram autocirurgias, e uma boa parte delas nem sequer tinha conhecimentos médicos suficientes.

O pessoal do site ListVerse publicou um artigo listando alguns desses indivíduos, que realizaram algum tipo de procedimento cirúrgico em si mesmos e sobreviveram para contar a história — e fazer parte dela! — e nós selecionamos 4 deles para você conhecer. Confira:

1 – Amanda Feilding

Procedimento: trepanação

Fonte da imagem: shutterstock

Feilding é uma conhecida cientista e artista britânica que, em 1970 — aos 27 anos de idade —, decidiu abrir um orifício no próprio crânio com o uso de uma broca de dentista. O procedimento é conhecido como trepanação, e permite que o sangue flua com mais facilidade pelo cérebro.

Amanda sofria de uma condição médica que a deixava constantemente cansada e, depois de passar vários anos tentando encontrar um médico disposto a realizar o procedimento, ela desistiu e decidiu operar nela mesma. Depois de proteger os olhos com óculos para evitar que o sangue escorresse para dentro deles, Feilding, armada com uma broca elétrica, fez um corte na própria cabeça com um bisturi e, então, um buraco no crânio com a broca.

Durante o procedimento, Feilding colocava a broca na água para resfriar o equipamento, e perdeu quase um litro de sangue. Contudo, ela diz que a cirurgia foi um sucesso, e apenas algumas horas depois de ter se operado, já se sentia muito melhor. Aliás, ela conta que até saiu para jantar e foi a uma festa após a operação!

2 – Leonid Rogozov

Procedimento: apendicectomia

Fonte da imagem: Reprodução/English Russia

Assim como o Dr. Kane da outra matéria, Leonid Rogozov foi um médico russo que, aos 27 anos, teve que realizar uma apendicectomia em si mesmo. O jovem estava em uma base militar na Antártida quando diagnosticou o problema e, ao perceber que a sua condição estava piorando e que não existia possibilidade de resgate, não teve outro remédio além de remover o próprio apêndice.

Rogozov contou com a ajuda do meteorologista da equipe para segurar os retratores que mantinham o corte aberto, do motorista que sustentou um espelho em posição para que ele pudesse ver o que estava fazendo, e de outro membro do grupo, que deu uma de instrumentador cirúrgico. O russo fez a autocirurgia depois de uma anestesia local e, apesar de ter desmaiado durante o procedimento, conseguiu finalizar a operação com sucesso.

3 – Ines Ramirez

Procedimento: cesárea

Fonte da imagem: shutterstock

Residente de uma área rural isolada do México com uma população de 500 pessoas — e apenas um telefone —, no ano 2000 Ines entrou em trabalho de parto em sua casa, mas as coisas se complicaram. Depois de 12 horas de dor contínua e nada de o bebê nascer, a mexicana percebeu que teria que fazer uma cesárea em si mesma se não quisesse perder o filho e talvez a própria vida.

Assim, depois de tomar três copos de uma bebida alcoólica qualquer, Ines pegou uma faca de 15 centímetros de comprimento e começou a cortar — através de camadas de pele, gordura e músculo — até que, uma hora mais tarde, ela chegou ao próprio útero e tirou o bebê. A mexicana ainda cortou o cordão umbilical com uma tesoura antes de desmaiar, e após voltar a ficar consciente, mandou um dos filhos procurar ajuda.

Ines foi encontrada em sua casa e levada ao hospital mais próximo — a oito horas de viagem do vilarejo —, onde foi submetida a várias cirurgias para reparar os danos provocados por ela mesma durante a cesárea. Incrivelmente, Ramirez é a única mulher de que se tem notícia que realizou um procedimento desses em si mesma com sucesso.

4 – Joannes Lethaeus

Procedimento: litotomia

Fonte da imagem: Reprodução/ListVerse

Quem já sofreu com cálculos renais ou na vesícula, sabe que a dor pode ser insuportável. Provavelmente tenha sido o sofrimento extremo que levou Joannes Lethaeus, um ferreiro holandês, a retirar uma pedra de seu próprio corpo, e isso em pleno século 17! Com a ajuda do irmão, Lethaeus abriu um corte no próprio períneo, por onde removeu o cálculo — que pesava mais de 100 gramas e era do tamanho de um ovo — com a ajuda de seus dedos.

No entanto, durante o procedimento Lethaeus acabou rompendo a própria bexiga, e apesar de um curandeiro ter sido chamado para suturar a incisão, o ferimento se tornou bastante inchado e cheio de úlceras. Não se sabe se o holandês conseguiu se recuperar totalmente da autocirurgia nem por quanto tempo ele viveu depois dela, mas, mesmo assim, o caso dele é extraordinário. 

*Publicado originalmente em 11/11/2013.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.