Lago na África calcifica animais e os transforma em estátuas
1.129
Compartilhamentos

Lago na África calcifica animais e os transforma em estátuas

Último Vídeo

Tudo isso parece ter saído de uma obra de ficção, mas não foi. O Lago Natrão, localizado ao norte da Tanzânia, tem a capacidade mortal de transformar animais vivos em estátuas calcificadas. As práticas assassinas do rio ocorrem devido ao alto grau de natrão presente na água, um sal à base de carbonato de sódio e bicarbonato de sódio.

As águas chegam a 60 °C, com pH variando entre 9 e 10.5 — tudo isso como obra de cinzas de um vulcão presente em um vale na mesma região. O único animal a viver tranquilamente em suas águas é uma tilápia ultrarresistente (Alcolapia alcalica), pois os demais não conseguem sobreviver ao contato com a água mortal.

É comum que aves que se acidentam na região sejam atraídas ao rio, enganadas por sua superfície reflexiva, e sofram com o destino trágico. A mesma coisa é bem comum de acontecer com flamingos, que usam as ilhas de sal do rio como ninho para seus ovos.

Morcego calcificado pelo Lago Natrão. Fonte da imagem: Nick Brandt

O fotógrafo Nick Brandt, explorador da África e autor da foto aí de cima, esteve no Lago Natrão em 2010 e fez várias imagens. Elas podem ser vistas no site oficial do fotógrafo, que acaba de lançar tudo no livro “Across the Ravaged Land (Através da Terra Devastada, em tradução livre).

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.