(Fonte da imagem: Thinkstock)

De acordo com a NASA, o asteroide 2011 AG5, descoberto no ano passado, não deve atingir a Terra em 2040. O objeto foi motivo de grande preocupação, pois muitos astrônomos chegaram a acreditar que ele poderia entrar em rota de colisão com o nosso planeta, nos atingindo em 5 de fevereiro de 2040.

Entretanto, depois de avaliar a órbita do objeto, astrônomos da agência espacial norte-americana afirmaram que existe uma chance de apenas 1% de que o AG5 — de 140 metros — colida com a Terra. No momento, o grande asteroide se encontra muito distante para ser observado corretamente, estando em órbita além do planeta Marte.

Mais observações necessárias

Em 2013, será possível observar melhor a rocha e estudar sua rota com mais detalhes. Contudo, de acordo com a NASA, apenas em 2023 é que será possível determinar com precisão o nível de perigo em relação ao asteroide.

Como o objeto se encontrará mais próximo da Terra — 1,8 milhão de quilômetros —, será possível observar se o asteroide passará ou não por uma região do espaço na qual o campo gravitacional do nosso planeta poderia influenciar a sua rota orbital, fazendo com que o AG5 entre em rota de colisão conosco.

Embora as chances de que o asteroide passe por essa pequena região — de apenas 365 quilômetros — sejam muito remotas, os astrônomos da agência espacial afirmaram que ainda há tempo para tomar as medidas necessárias em caso de perigo.

Fonte: NASA