(Fonte da imagem: Reprodução/Nature.com)

Um grupo de cientistas da Universidade de Ohio conseguiu registrar imagens do momento exato em que dois átomos se uniam para formar uma molécula. Para iluminar essa reação, foi utilizada a energia gerada por um único elétron.

Segundo informações publicadas no site da universidade, os cientistas aplicaram vibrações de laser ultrarrápidas para mover o elétron de um dos átomos de sua órbita natural, justo no momento em que as duas partículas estavam se unindo. Ao retornar à sua órbita, o elétron emitiu um sinal de energia, que foi refletido ao redor da molécula em formação, como se fosse o flash de uma câmera fotográfica.

De acordo com os pesquisadores, este feito é importante não só por permitir a observação de reações químicas no momento em que elas estão acontecendo, mas também por oferecer a possibilidade de controlá-las em uma escala atômica.

“Através desses experimentos, nos demos conta de que podemos controlar a trajetória do elétron quando este retorna à molécula, através do ajuste da vibração do laser que move essa partícula. O próximo passo será tentar mover o elétron exatamente da forma necessária para que realmente seja possível controlar uma reação química”, disse Louis DiMauro, professor de física e um dos responsáveis pelo experimento.