De acordo com o site The Conversation, pesquisadores do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne (RMIT), na Austrália, criaram um nanorrevestimento capaz de manter o formato de gotas de metal mesmo em situações de alto impacto. Em outras palavras, é melhor que o “Exterminador do Futuro” se cuide!

Brincadeiras à parte, os pesquisadores desenvolveram um novo revestimento flexível e capaz de conduzir eletricidade que permite que o metal líquido se mantenha coeso quando é derramado ou submetido a altas temperaturas, evitando que se desintegre. Isso significa que as gotas metálicas poderão manter suas propriedades condutivas mesmo quando se encontrem sob a água ou quando tenham suas formas alteradas de alguma forma.

Versatilidade

Os pesquisadores criaram o nanorrevestimento a partir de uma mistura de materiais isolantes — como o Teflon e a sílica — combinados a elementos semicondutores (como o dióxido de titânio e o trióxido de tungstênio) e nanotubos de carbono, que são condutores de eletricidade.

O vídeo acima mostra o comportamento do metal líquido antes e depois de receber o nanorrevestimento. Segundo a publicação, a nova tecnologia pode ser empregada no desenvolvimento de eletrônicos manipuláveis, como cabos superflexíveis e reconfiguráveis, e na produção de antenas extensíveis, por exemplo.