(Fonte da imagem: Reprodução/NationalGeographic)

Instale um encanamento de gás natural em sua casa, caso você more em uma região muito fria do mundo, e tenha uma calefação que permite que você tenha conforto e banhos de água quente. Porém, se você deixar esse gás vazar dos canos, certamente ele vai contribuir para o aquecimento global, que está prejudicando o clima mundial em escala global.

Foi com essa temática que o fotógrafo Mark Thiessen montou para a revista National Geographic uma sequência de fotos que mostram um ciclo envolvendo o gás metano. A foto que inicia esta matéria mostra o que o pesquisador Matthew Deighton chama de “câmaras ambulantes de fermentação”. As simples vacas emitem grandes quantidades de metano para a atmosfera por meio de flatulências — “o que pode ser diminuindo adicionando gordura à alimentação dos animais”, diz Deighton.

(Fonte da imagem: Reprodução/NationalGeographic)

Na imagem acima, o artista mostra dois ecologistas extraindo bolsões de metano que estavam presos em lagos congelados no Ártico.

(Fonte da imagem: Reprodução/NationalGeographic)

Nesta outra, as linhas azuis indicam poços de acúmulo de gás (xisto), que ajudam os dois cientistas a escolher os melhores locais para posicionar as brocas de extração.

(Fonte da imagem: Reprodução/NationalGeographic)

Acima, a fotografia mostra uma senhora acendendo a água de uma torneira, como se fosse um fogão. De acordo com a mulher, a contaminação da água aconteceu depois que uma perfuração foi feita em uma fazenda na Pennsylvania. A companhia responsável pelo suposto desastre nega veementemente as acusações.

Confira na galeria abaixo, retirada diretamente do site da National Geographic, todas as imagens retratadas por Thiessen. Impressionante!