Confira as 10 melhores fotos do National Geographic Photo Contest 2014
78
Compartilhamentos

Confira as 10 melhores fotos do National Geographic Photo Contest 2014

Último Vídeo

Até o dia 31 de outubro, está rolando o National Geographic Photo Contest 2014. O grande vencedor do concurso vai levar para casa a bolada de US$ 10 mil (quase R$ 25 mil) e uma viagem para o escritório da companhia, que fica localizado em Washington, D.C. Lá o ganhador vai participar do evento National Geographic Photography Seminar, que ocorre em janeiro de 2015.

O vencedor em cada categoria (Pessoas, Lugares e Natureza) receberá US$ 2,5 mil e sua foto será publicada na revista National Geographic. Se você estiver interessando em participar, confira mais detalhes sobre o regulamento aqui.

Ano passado, o concurso recebeu mais de 7 mil inscrições vindas de 150 países diferentes, sendo que neste ano já foram feitas quase 2 mil. Abaixo, você confere as 10 mais emblemáticas já enviadas.

1. Toca aí no Ártico

Essa foto foi tirada em Esvalbarde por Colin Mackenzie. Segundo o autor, dois filhotes estavam brincando no gelo enquanto a pobre mãe estava apenas tentando descasar. Na imagem, um dos bebês está “acenando” alegremente para Mackenzie.

2. A vista de cima de Big Sur, Califórnia

Douglas Croft, o responsável pela captura, havia viajado para as colinas de Big Sur para ver a migração das baleias-cinzentas, mas o local estava nublado demais até para ver a água. Portanto, ele decidiu ir para as trilhas de Baronda para ver se conseguia ultrapassar a neblina. Foi nessa área que ele conseguiu tirar essa bela foto.

3. 20 mil léguas submarinas,

Essa fotografia demonstra um verdadeiro aparelho industrial de mergulho, datado de 1895. O equipamento faz parte da coleção de um mergulhador aposentado que trabalhou, em 1950, no lago de Genebra, na Suíça. A roupa pesa mais de 63 kg e o suprimento de ar é feito por uma bomba ativada manualmente por duas pessoas.

Como o dispositivo está preservado em suas condições originais e funciona perfeitamente, o fotógrafo Marc Henauer conseguiu usá-lo em habitat real para fazer esta foto.

4. O pequeno gafanhoto

Hasan Baglar esperou o momento certo para que o louva-a-deus do mediterrâneo abrisse suas asas e conseguiu clicar o inseto contra o sol, provando assim que a beleza também está nas coisas simples da vida.

5. O agave-azul

Essa bela planta possui formas e texturas espetaculares. O fotógrafo Aaron Feinberg encontrou esse modelo enquanto visitava São Francisco, EUA. Segundo ele: “Utilizando algumas técnicas divertidas, eu consegui a luz certa e a dimensionalidade do agave-azul. É muito legal capturar um momento e ficar íntimo com a natureza”.

6. Santa tartaruga!

Na costa de Tenerife, nas ilhas Canárias, Montse Grillo conseguiu uma boa seleção de tartarugas-verde (aruanã). Após passar algum tempo com elas, ele viu um simpático animalzinho vindo da superfície em sua direção. Quando os raios solares o rodearam, ele ganhou um ar majestoso e esse foi o momento exato para o clique.

7. A árvore dos sonhos

No deserto de Strezlecki, na Australia, uma revoada de pássaros se reuniu na árvore para se refrescar em uma pequena poça d’água. Segundo Christian Spencer, o autor da imagem: “Essa é uma oportunidade rara de captura, pois consegue preservar claramente e com imensa simetria uma grande quantidade de pássaros no meio do deserto.

8. Thunderdome

Nada é mais intenso no festival Burning Man do que a Thunderdome chefiada pela Death Guild. Todas as noites os combatentes se reúnem na doma e, armados apenas com bastões, eles se digladiam durante 3 a 5 minutos. Enquanto isso, o público fica pendurado no local e torce para os competidores.

9. A procura do amor

Essa imagem mostra diversos vagalumes da espécie fantasma-azul (Phausis reticulata) em Brevard, na Carolina do Norte. Esses insetos são raros porque eles só permanecem acesos e voam a cerca de 30 centímetros do chão.

10. A paisagem dos sonhos

Um impressionante pôr do sol pintou os céus do lago Jökulsárlón, na Suðurland. Esse era um típico dia de sol nublado no verão da Islândia. Francesco Riccardo Iacomino, o autor da foto, disse que não esperava encontrar algo tão belo, mas mesmo assim havia partido para ver o sol após ele sair das nuvens.

“Quando o sol desceu, o céu queimou-se em um incrível tom de vanilla. A cena foi tão pacífica e plácida que eu decidi capturá-la utilizando a técnica de longa exposição, visando assim realçar o incrível senso onírico de paz que o pôr do sol criou.”

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.