Seja o primeiro a compartilhar

Terremoto de 2015 derrubou um dos pontos mais famosos do Everest

Em abril de 2015, um terremoto de 7,8 graus na escala Richter abalou o Nepal, causando a morte de mais de 8 mil pessoas e a destruição de monumentos seculares. Além disso, a própria Terra mudou depois desse acontecimento: muita gente acredita, inclusive, que o próprio Everest pode ter alterado de tamanho! Isso ainda não se sabe, porém agora foi possível confirmar que um dos pontos mais marcantes da montanha sumiu: o Degrau de Hillary.

Os alpinistas que enfrentavam a face sul do Everest precisam passar por esse obstáculo: um segmento rochoso de 12 metros, localizado a 8.790 metros acima do nível do mar, que era considerado o último percalço no caminho para o cume. Em 1953, Edmund Hillary foi o primeiro ser humano a escalar a maior montanha do mundo e deu seu nome à última barreira antes do topo.

No ano passado, fotos já indicavam que o trajeto até o topo havia mudado, mas foi apenas agora que escaladores conseguiram comprovar que o Degrau de Hillary deixou mesmo de existir. Não se pode afirmar com certeza absoluta que ele tenha sucumbido ao terremoto de 2015, mas tudo leva a crer que o sismo foi, sim, responsável por essa alteração na montanha.

Comparação entre 2015 e 2011 já especulava que a rocha havia desaparecido

Escalada mais difícil

A ausência do Degrau de Hillary deverá deixar a escalada mais complicada – justamente em seus metros finais. Sem essa barreira rochosa, o local deverá acumular mais neve, tornando a travessia um pouco mais perigosa. Sem contar que as rochas que ficaram por lá talvez ainda não tenham se acomodado direito no resto da montanha.

O alpinista britânico Tim Mosedale foi o responsável por constatar a mudança geológica no Everest. Segundo ele, parte do folclore da montanha acabou ruindo com a queda do Degrau de Hillary, já que sua existência estava atrelada à história da conquista do monte.

Das 8 mil vítimas fatais do terremoto, 21 eram alpinistas que estavam no acampamento base do Everest e foram atingidos por uma avalanche pouco tempo após o tremor. Esse foi o acidente mais fatal que aconteceu em toda a história da montanha, que atrai turistas de todo o mundo em busca do título de ter estado no lugar mais alto da Terra.

Em foto publicada no último dia 17, alpinista britânico confirma ausência do Degrau de Hillary

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.