193
Compartilhamentos

Veja as estradas do Império Romano desenhadas como linhas de metrô

O Império Romano era gigantesco: por volta do primeiro século da era cristã, ele contava com aproximadamente 80 mil quilômetros de estradas, que iam desde a Bretanha (atualmente a Inglaterra) até a Pérsia (Irã). Não é à toa que por volta dessa época surgiu a expressão “todos os caminhos levam à Roma”, afinal, esta era a “capital do mundo”.

Muitas das estradas romanas são usadas até hoje, por isso o cartógrafo Alexandr Trubetskoy, dos EUA, resolveu atualizar o mapa para um traçado mais moderno. Os metrôs são especialistas em utilizar um visual mais limpo e reto em suas representações, sem se importarem com os desvios das rotas – você pode conferir alguns exemplos aqui.

Trubetskoy trabalhou mais de 50 horas no projeto, analisando as rotas e as cidades por onde os caminhos romanos passaram. Algumas possuem nomes oficiais, como a Via Ápia, que ligava Roma e Cápua e foi construída por volta do século 3 a.C. Entretanto, outras rotas tiveram uma denominação inventada pelo cartógrafo, em uma clara licença poética.

Clique no mapa para ver a versão ampliada

Outros detalhes históricos engrandecem a obra: as letras “SPQR” significavam que as rotas pertenciam ao Senado e ao povo romano, aparecendo até hoje em várias estruturas da época; por isso Trubestkoy as utilizou em um dos cantos de seu mapa. Ao lado dessa sigla aparece “Quattuorviri Viarum Curandarum”, para simbolizar que as estradas estavam sob o controle de quatro magistrados responsáveis por sua manutenção.

O rapaz, que estuda na Universidade de Chicago, também assinou o nome e colocou o ano no canto direito do mapa, mas ele escreveu “2017” em algarismos romanos – a saber, “MMXVII”. Para efeito de comparação, veja o traçado real das rotas:

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.