Magna Carta danificada é lida pela primeira vez em 283 anos
63
Compartilhamentos

Magna Carta danificada é lida pela primeira vez em 283 anos

Último Vídeo

Mais de 280 anos depois que ter sido danificada em um incêndio, um dos exemplares originais da Magna Carta se tornou legível novamente. Escrita em 1215, a Carta exigiu que o rei da Inglaterra, Rei João (1166-1216), cedesse ao poder absoluto.

O documento, que limitou o poder dos monarcas, é visto como o precursor do direito constitucional ao invés do poder hereditário da realeza. Existiam quatro cópias do documento criado na época. Um deles, disponibilizado pela Biblioteca Britânica, foi seriamente danificado por um incêndio em 1731.

Mas, felizmente, graças a uma nova tecnologia, é possível ler o que existe nesse documento. Segundo o Live Science, os pesquisadores usaram uma técnica chamada imagem multiespectral para decifrar o texto da Magna Carta queimada, sem tocar ou danificar ainda mais o pergaminho delicado.

Processo

Este processo permitiu que os cientistas tirassem fotos do documento de forma que as partes queimadas praticamente fossem limpas, mostrando os detalhes e texto do pergaminho. "Ela estava em um estado tão terrível, que não poderíamos lê-la. Foi realmente uma surpresa que o texto foi recuperado", disse Christina Duffy, uma cientista de imagens da Biblioteca Britânica.

A equipe da Biblioteca Britânica não tinha interesse em restaurar o documento danificado pelo incêndio, mas queria preservá-lo como estava. "Existem diferentes maneiras que você pode tratá-lo. Mas muitos deles seriam processos úmidos, em que as páginas teriam de ser molhadas e nós não queríamos utilizar dessas formas”, disse a cientista.

Em vez disso, os pesquisadores o processo das imagens multiespectrais, essencialmente fotografando o pergaminho queimado em uma variedade de luzes LED, que mediu o espectro utilizando do ultravioleta ao infravermelho, fora do alcance da visão humana. Nestas imagens, o texto que é invisível a olho nu, de repente se torna visível. A Carta é basicamente idêntica em texto aos outros três exemplares de 1215.

A Biblioteca Britânica tem duas das cópias originais da Magna Carta de 1215, incluindo a versão queimada. As outras duas estão na Catedral de Lincoln e na Catedral de Salisbury. No dia 03 de fevereiro de 2015, as quatro cópias serão exibidas lado a lado na Biblioteca Britânica, em Londres, pela primeira vez na história em comemoração aos seus 800 anos de existência.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.