10 pegadinhas clássicas de 1º de abril
64
Compartilhamentos

10 pegadinhas clássicas de 1º de abril

Último Vídeo

Existem várias teorias sobre o surgimento das práticas politicamente incorretas tradicionalmente praticadas em todo dia 1º de abril — desde contos medievais até uma origem francesa que, se não é totalmente verossímil, certamente é bastante curiosa.

Com a adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX determinou que o Ano-Novo não seria mais comemorado na semana que se iniciava no dia 25 março (associada à chegada da primavera), mas sim no dia 1º de janeiro.

Ocorre que alguns tradicionalistas resistiram à alteração e continuaram a seguir o calendário antigo — unicamente para serem ridicularizados por vários gozadores, que passaram a enviar presentes estranhos e convites para festas que não existiam.

Bem, seja lá qual for realmente a origem, fato é que as brincadeiras do dia 1º de abril se tornaram uma verdadeira tradição, potencializada pelo advento do longo braço da mídia e, mais recentemente, da internet. De fato, as gozações se tornaram uma verdadeira tradição. Confira abaixo algumas das mais “clássicas” — elencadas pelo site News Discovery.

Pinguins voadores

Acreditar que cientistas descobriram uma espécie de pinguins capaz de voar não é algo muito fácil. Juntar a isso o “fato” de eles migrarem para a América do Sul então... É ainda mais indigesto.

Bem, mas e se a matéria tiver sido publicada pela respeitável BBC e, ainda por cima, for conduzida por um respeitável narrador, obviamente empolgado com a “descoberta”? Para quem puder observar, entretanto, trata-se de Terry Jones, da trupe humorística inglesa Monty Python.

Pi arredondado para três

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Esta surgiu em 1998, em um boletim intitulado “New Mexicans for Science and Reason”. A ideia era igualmente direta e absurda: a legislação do estado do Alabama (EUA) tornaria as coisas mais simples ao arredondar o número Pi (usualmente descrito como 3,141592...).

Tratava-se, na verdade, de uma sátira ao debate sobre lecionar evolução nos colégios públicos do Novo México. Algumas pessoas, entretanto, realmente levaram a brincadeira a sério (algo não exatamente atípico, é verdade), e a notícia acabou se espalhando pela internet.

Google Maps para o “Nintendinho”

Se você tem um belo computador com o que há de mais moderno, torna-se bastante simples acessar o serviço Google Maps. Na verdade, mesmo que o seu PC/Mac já seja um tanto mais modesto, ainda será possível. Mas e como ficam as pessoas que contam apenas com um console de video game antigo?

A resposta veio em 1º de abril de 2012, diretamente da Google: o Maps seria lançado também para o Nintendo 8-bits (o popular “Nintendinho”). Afinal, embora já consideravelmente idoso, trata-se de um aparelho que foi capaz de vender 60 milhões de unidades ao redor do mundo. Um aviso, entretanto: é possível que a estranha mistura entre cartucho e modem dial-up precise de uma soprada para funcionar adequadamente.

Taco Bell compra o Sino da Liberdade

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Em 1º de abril 2000, a franquia de fast-food Taco Bell anunciou que havia comprado o Liberty Bell (Sino da Liberdade) estadunidense — um dos símbolos mais conhecidos da independência, nacionalismo e liberdade nos Estados Unidos; trata-se do sino que convocou os cidadãos da Filadélfia, em 1776, ao comparecimento para a leitura da Declaração da Independência dos EUA.

Havia um tempero extra na brincadeira ainda: o sino não apenas havia sido adquirido pela rede, como também passaria a se chamar “The Taco Bell Liberty Bell”. Foi mais do que o suficiente para revoltar alguns espíritos particularmente ingênuos.

Richard Nixon tenta a reeleição

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Richard Nixon, o 37º presidente dos EUA, renunciou em 9 de agosto de 1974, pouco antes de o Congresso votar pela sua cassação. O estopim foi o famoso “Caso Watergate”, envolvendo vários atos de espionagem na sede do Comitê Nacional Democrata, comprovadamente conduzidos pelo Partido Republicano.

Bem, e se, mesmo depois de toda o escândalo, o ex-presidente voltasse a concorrer pela cadeira principal da Casa Branca? Foi nisso que se baseou a brincadeira da NPR em uma transmissão de 1992. Havia até mesmo um slogan: “Eu não fiz nada de errado, e eu não farei novamente”. Ok, é possível que no Brasil a brincadeira demorasse mais tempo para soar absurda aos ouvidos, consideradas as práticas da política tupiniquim.

Um lançamento de 270 quilômetros por hora

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Uma temporada ruim do time de beisebol estadunidense New York Mets levou a revista Sports Illustrated a contar a incrível história de Sidd Finch, um jovem jogador que seria capaz de disparar uma bola a mais de 270 quilômetros por hora — 112 quilômetros por hora acima do recorde mundial à época, em 1985.

A matéria, intitulada “O curioso caso de Sidd Finch”, ainda acrescentava que o fenômeno fictício havia crescido em um orfanato, aprendido ioga no Tibet e, além disso, que o seu nome, na verdade, era Siddhartha. A brincadeira foi esclarecida só 15 dias depois.

You’ve been Rick-Rolled!

Eis um verdadeiro clássico, algo que praticamente dispensa apresentações. Isso porque, convenhamos, é difícil que qualquer um na era da internet não tenha caído, em algum momento, na famosa pegadinha em que um vídeo de Rick Astley (cantando “Never Gonna Give You Up”) toma o lugar do que deveria ser uma matéria jornalística, um trailer de filme, uma curiosidade — ou qualquer outra coisa que o brincalhão pudesse imaginar.

Árvores explosivas

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

O programa “All Things Considered”, do canal NBR, anunciou em 1º de abril de 2005 que as dietas focadas em baixas taxas de carboidratos haviam reduzido a demanda por xarope de ácer (também conhecido como xarope de bordo).

Como consequência direta, afirmou o programa, várias árvores do gênero Acer — das quais se extrai a seiva que compõe o xarope — estavam explodindo, já que não eram mais drenadas. “Tratam-se de bombas-relógio!”, dizia o apresentador, enfático. Havia até mesmo alguns dados: as explosões dos troncos da Acer já haviam causado 87 fatalidades — incluindo dúzias de decapitações.

Um metrô desgovernado alcança a superfície

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

A construção do novo metrô de Compenhague (capital da Dinamarca), em 2001, foi pontuado por uma ocorrência bastante inusitada. Na manhã do dia 1º de abril, os moradores encontraram o que parecia ser um carro do novo transporte coletivo em plena superfície — como que arremessado do subterrâneo por um acidente.

Os mais detalhistas, entretanto, repararam em um adesivo colado em uma das janelas: a logomarca do café Gevalia — cuja campanha publicitária à época encorajava os consumidores de café a se preparar para convidados inesperados.

Plantações de macarrão

Fonte da imagem: Reprodução/BBC

Eis aqui um verdadeiro clássico. Em 1º de abril de 1957, a BBC colocou no ar um documentário que tentava convencer os telespectadores de que a Suíça andava cultivando macarrão em árvores. O mais impressionante? Muitas pessoas ficaram genuinamente interessadas na possibilidade plantar espaguete no quintal de casa.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.