Aventureiros pelos ares: engenheiro constrói catapulta humana
16
Compartilhamentos

Aventureiros pelos ares: engenheiro constrói catapulta humana

Último Vídeo

Se você é do tipo aventureiro e não tem medo de altura, já imaginou alguma vez qual seria a sensação de ser lançado pelos ares por uma catapulta gigante? Pois, de acordo com o site POPSCI, o engenheiro norte-americano Jason Bell decidiu criar uma engenhoca especialmente projetada para atirar pessoas. Confira o vídeo a seguir:

Bell construiu a catapulta humana com o objetivo de dar um empurrãozinho extra para o pessoal adepto ao BASE jumping, modalidade de esporte radical na qual os participantes se atiram com paraquedas e outros equipamentos a partir de pontos fixos como pontes, montanhas e edifícios superaltos. A máquina de Bell conta com uma alavanca de 3,5 metros de comprimento feita com tubos de aço, que fica presa a uma base reforçada.

Capaz de lançar pessoas a mais de 15 metros de distância e 6 de altura, a alavanca é acionada através de um sistema movido a ar comprimido. A engenhoca foi testada exaustivamente no quintal do próprio inventor, que começou lançando objetos como bichinhos de pelúcia, passando depois para bolsas cheias de roupas e, finalmente, sacos de areia com mais de 90 quilos.

Cobaia

Fonte da imagem: Reprodução/Vertical Visions

Só depois de conferir o poder da catapulta no fundo de casa é que Bell se ofereceu como cobaia de sua própria invenção, participando de uma série de lançamentos em um lago. Aliás, graças aos testes — que devem ter sido a maior diversão do mundo —, o engenheiro descobriu que a melhor posição para o lançamento com paraquedas é com a pessoa sentada de cabeça para baixo, já que durante o salto o corpo sofre uma rotação.

A catapulta humana fez o maior sucesso durante a sua estreia oficial no Bridge Day em 2012 — um famoso festival anual de BASE jumping nos EUA —, e agora o inventor pretende construir uma versão melhorada em alumínio, capaz de lançar pessoas mais alto e mais longe, para que aterrissem em um enorme colchão de ar. E você, leitor, se tivesse oportunidade de brincar com uma engenhoca dessas, se arriscaria?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.