Himalaias (Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia)

De acordo com uma notícia publicada pelo site Wired, a Universidade de Oxford, em uma parceria com o Museu Lausanne de Zoologia, anunciou que se lançará em uma busca pelo famoso personagem mitológico Yeti — ou Pé Grande —, visando estabelecer de uma vez por todas se a criatura realmente existiu ou não.

Para isso, as duas instituições criaram o projeto Oxford-Lausanne Collateral Hominid, e esperam analisar todo tipo de evidência relacionada à existência do personagem. Qualquer pessoa ou organização em posse de material poderá envia-lo para estudo e, para isso, basta informar do que se trata, onde as amostras foram coletadas e quando.

Depois de realizar uma triagem inicial, as instituições esperam selecionar as evidências mais convincentes e, então, realizar toda espécie de estudos. Com isso, as duas organizações pretendem reunir a maior quantidade possível de amostras, provenientes de todas as partes do mundo, que devem ajuda-los a determinar a existência ou não da criatura.

Os cientistas esperam comprovar — ou não — as teorias de que a criatura pode fazer parte de alguma subespécie remanescente do Homo neanderthalensis ou Homo floresiensis, ou inclusive de grandes primatas, como o Gigantopithecus, que todos acreditam estar extintas, e até espécies desconhecidas de primatas locais ou subespécies de ursos pardos e negros.

Fonte: Wired e Oxford-Lausanne Collateral Hominid