(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia)

O NOAA, ou National Oceanic and Atmospheric Administration, órgão federal dos Estados Unidos responsável por temas relacionados à atmosfera, clima, comércio e meteorologia, decidiu vir a público e acabar de uma vez por todas com as especulações relacionadas à existência de sereias.

Como assim a Ariel não existe?

De acordo com a declaração, publicada na página oficial do órgão na internet, o NOAA afirma que nunca foram encontradas quaisquer evidências que comprovassem a existência de humanoides aquáticos assombrando os mares.

As primeiras figuras de mulheres-peixe foram descobertas em pinturas rupestres datadas de 30 mil anos, no final do Paleolítico, quando o homem ganhou o domínio das terras e decidiu aventurar-se pelos mares. Homero, o antigo poeta grego, escreveu sobre elas em sua “Odisseia”, e antigas lendas da cultura oriental descreviam essas criaturas mágicas como esposas de dragões marinhos.

Fonte: NOAA