(Fonte da imagem: Reprodução/Phys.org)

Quando meteoritos gigantes impactaram a Lua, a camada externa do satélite natural derreteu e formou o que parecem ser rios feitos de rochas. O formato é bastante característico de riachos e piscinas, no entanto, o material se resfriou e tornou-se sólido, garantindo um visual impressionante.

As imagens, feitas por uma sonda lunar da NASA, mostram os rios que devem ter se formado há aproximadamente 108 milhões de anos – o que pode parecer um bom tempo, mas que na realidade é considerado um período recente na história da Lua.

O fluxo foi interrompido apenas por uma cratera de cerca de 400 metros de largura, mas há registros de que essa espécie de “lava” teria passado por crateras com mais de 4.500 metros. As imagens foram captadas pelo LRO (Lunar Reconnaissance Orbiter), que está explorando a superfície lunar a cerca de 50 km de altitude.

Fonte: Phys.org