(Fonte da imagem: Reprodução/THE VERGE)

Recentemente, publicamos por aqui uma notícia sobre a intenção da NASA de estabelecer uma base espacial localizada na face oculta da Lua, e o site THE VERGE obteve mais detalhes a respeito dessa nova missão que a agência espacial norte-americana deve anunciar oficialmente em breve.

Segundo a publicação, a NASA pretende enviar uma sonda espacial robótica à Lua em 2017 para vasculhar o satélite em busca de água e outros recursos necessários para a realização de viagens espaciais mais longas. Além disso, a estação lunar não será construída sobre a superfície, mas sim em uma região conhecida como Ponto de Lagrange 2 ou EML-2 (confira a imagem que abre esta notícia), ficando, desta forma, em órbita na face oculta da Lua.

Base em órbita

A escolha do L2 se deve ao fato das forças gravitacionais se encontrarem em relativo equilíbrio nessa região, permitindo que um objeto permaneça em uma órbita estacionária com relação tanto à Terra quanto à Lua. Assim, teoricamente a base poderia ser utilizada como ponto intermediário para reabastecimento antes de lançar missões a locais mais distantes — como a Marte ou a asteroides próximos, por exemplo —, barateando o custo das viagens espaciais.

Ainda de acordo com a publicação, a busca por recursos na superfície da Lua pode incluir a participação de empresas privadas, e a construção da base poderá reaproveitar equipamentos e materiais da Estação Espacial Internacional. O anúncio oficial dos planos da NASA foi adiado devido às eleições presidenciais que ocorreram nos EUA, e tudo parece indicar que o envio da sonda robótica à Lua esteja programado para 2017.