13 construções militares reaproveitadas de formas interessantes
210
Compartilhamentos

13 construções militares reaproveitadas de formas interessantes

Último Vídeo

Toda guerra deixa para trás seus monumentos e ruínas. Torres de artilharia antiaérea, fortes, bunkers, bases e outras construções militares foram feitas para durar, mas acabam sendo abandonadas nos tempos de paz, servindo como lembretes do que aconteceu no passado e que pode voltar a se repetir no futuro.

Isto é, se ninguém pensar em algo melhor para fazer com essas estruturas. Hoje, muitas das relíquias de guerras passadas servem a propósitos dos mais variados – para não dizer inusitados. Veja a seguir uma lista com 13 construções militares que foram reutilizadas para fins bem menos nocivos que os originais.

1) Torres de artilharia antiaérea

Construídas na Alemanha e Áustria sob as ordens de Hitler durante a Segunda Guerra Mundial, essas torres ganharam as mais diversas finalidades. Elas se tornaram paredões de escalada, escolas de música, lojas, clubes noturnos e até mesmo um aquário. Em Vienna, a edificação conhecida como Hauss des Meeres, com seus 45 metros de altura, pode ser escalada pelos visitantes e abriga milhares de criaturas marinhas.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

2) Bunker russo

O Ponto de Comando Protegido de Taganskaya, na Rússia, foi utilizado pelas forças armadas de meados da década de 50 até 1986, quando foi abandonado até que, no início dos anos 2000, foi comprado por uma companhia. A empresa então transformou o espaço de quase 7 mil metros quadrados em um museu da Guerra Fria chamado Bunker 42, que inclui um restaurante e uma casa noturna.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

3) Fábrica de torpedos

Usada para testes de tecnologia submarina durante a Guerra Fria, a antiga fábrica nos subúrbios de Londres se transformou em uma bela casa. A estrutura costumava abrigar um domo, com quase 49 metros de diâmetro e uma piscina de 4,5 metros de profundidade, no qual os experimentos eram realizados. A cobertura teve que ser removida por conta de contaminação, mas a residência ainda conta com paredes com mais de 1 metro de espessura.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

4) Bunker alemão

O arquiteto Rainer Mielke passava por uma construção fortificada alemã remanescente da Segunda Guerra Mundial todos os dias, quando ia trabalhar. Pensando sobre o que poderia ser feito com o local, ele teve a ideia de transformá-lo em edifícios de apartamentos modernos e baratos.

No entanto, as leis locais impedem que as estruturas sejam totalmente remodeladas, já que podem voltar a ter utilidade em emergências, então Mielke e sua equipe fizeram os flats nos andares superiores e nos telhados, mantendo os pisos inferiores desocupados.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

5) Gasômetro do Século 19

Esta construção já possuiu várias utilidades diferentes. Até meados da década de 1920, esse prédio em Berlin abrigava os estoques de gás para as lâmpadas de rua da cidade. Com a chegada da eletricidade, o edifício teve suas paredes reforçadas com até três metros de concreto e passou a servir de abrigo contra ataques aéreos.

Após o segundo grande conflito mundial, a estrutura serviu de refúgio para os sem-teto e, durante a Guerra Fria, funcionou como um depósito de suprimentos de emergência. Hoje, o local abriga 13 apartamentos duplex com grandes terraços.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

6) Bunker albanês

A Albânia possui mais de 700 mil desses “cogumelos de concreto”, pequenos bunkers construídos para abrigar até quatro pessoas durante o domínio comunista. A maior parte dessas estruturas está abandonada, mas algumas delas foram tomadas por moradores locais e se tornaram desde ateliês de tatuagem até restaurantes.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

7) Base das Forças Aéreas

As aparências enganam, mas essa bela casa de fazenda nos Estados Unidos já foi uma base aérea e abrigo para um grupo das Forças Aéreas norte-americanas durante a Segunda Guerra Mundial. A residência propriamente dita é uma construção mais nova, mas ela fica ao lado de instalações que servem de adições funcionais à moradia.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

8) Bunker suíço

Esta estrutura de defesa abandonada havia sido completamente esquecida pelas autoridades até um guarda florestal encontrá-la nas profundezas de uma floresta na Suíça. A antiga estação de teleférico militar foi então transformada por arquitetos locais e se tornou um moderno centro cultural.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

9) Abrigo nuclear

Cansado das acomodações quentes e confortáveis dos hotéis de luxo? Visite o Null Stern, um hotel de “zero estrelas” em Teufen, Suíça. Concebido como uma instalação artística, o local funcionou como hospedagem por um breve período de tempo antes de ser transformado em um museu, em 2010.

Os hóspedes pagavam o equivalente aproximado a R$ 20 por noite e tinham direito a uma garrafa de água quente para se aquecerem e um par de tampões de ouvido para bloquear o barulho do sistema de ventilação. O direito de tomar um banho quente de manhã era decidido por um sorteio.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

10) Bunker americano

Os 43 bunkers da Guerra Fria cobertos de grama localizados no estado do Maine, nos EUA, permaneceram vazios por muitos anos até passarem a fazer parte do Refúgio Nacional de Vida Selvagem de Aroostook. Dois deles, em particular, receberam um propósito peculiarmente interessante: viraram cavernas artificiais de morcegos.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

11) Forte da Guerra Civil norte-americana

O Fort Warren foi construído em 1847 em Georges Island, ilha próxima à cidade de Boston, com o propósito de se tornar a principal linha de defesa costeira do país. Quando foi concluída, a construção já havia se tornado obsoleta e passou a funcionar como um centro de treinamento de soldados, até sua desativação na década de 1940. Poucos anos depois, o local foi comprado para preservação histórica e se tornou um ponto turístico famoso pelos rumores de assombrações.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

12) Fortes marítimos britânicos

As construções fortificadas do Reino Unido foram adaptadas para os mais estranhos usos, entre os quais está o Principado de Sealand, autoproclamado – e não oficialmente reconhecido – como a menor micronação do mundo.

Outro dos fortes, com mais de 100 anos de idade, foi transformado em uma ilha-resort de luxo. O Spitbank Fort Hotel mistura paredes de tijolo exposto, janelas de fortaleza e canhões com banheiras aquecidas no teto, sauna, bar de champanhe e adega de vinhos, entre outras coisas. O local só pode ser alcançado por barco ou helicóptero e as diárias custam U$ 565 (quase R$ 1.300).

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

13) Bunker holandês

Uma edificação de defesa na Holanda foi cortada ao meio para servir de atração turística. Os designers responsáveis retiraram o centro do bunker para que os visitantes possam passar pelo meio dele em seu caminho até a New Dutch Waterline.

Fonte da imagem: Reprodução/TechFlesh

Conhece mais alguma estrutura macabra que ganhou um uso criativo? Quer visitar algum desses lugares? Deixe sua opinião nos comentários.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.