(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Existe vida em Marte? O renomado pesquisador Craig Venter, responsável por mapear o genoma humano e que planeja criar impressoras para vacinas, acredita que essa possibilidade existe. Para isso, ele pretende enviar uma unidade robótica para o Planeta Vermelho, nos mesmos moldes da Curiosity, mas com objetivos mais específicos.

Sua proposta é que o equipamento possa isolar partes específicas de solo marciano, encontrando os possíveis micróbios existentes. Feito isso, o cientista planeja isolar o DNA e fazer o mapeamento do código, enviando os resultados direto para um laboratório na Terra.

De acordo com a New Scientist, que entrevistou o pesquisador, testes preliminares com um equipamento já foram realizados nos Estados Unidos e esse tipo de estudo deve ser incluído na próxima missão a ser enviada para o Planeta Vermelho, o que deve ocorrer somente em 2016.

“Nós acreditamos que existe uma grande chance de encontrarmos o que estamos procurando e eu definitivamente penso que deveríamos continuar tentando encontrar”, explica o pesquisador. Parte da comunidade científica apoia a ideia de que as pesquisas continuem, mas a maior parte dos especialistas consultados pela publicação é cética quanto às possibilidades de sucesso do projeto.

Fonte: New Scientist