(Fonte da imagem: Thinkstock)

De acordo com uma notícia publicada pelo site übergizmo, um grupo de pesquisadores da Coréia do Sul parece ter descoberto uma forma de eliminar as células cancerosas do organismo sem causar os mesmos danos às células saudáveis do corpo nem os mesmo efeitos colaterais que os tratamentos convencionais.

Segundo a publicação, os cientistas desenvolveram uma técnica com a qual introduzem nanopartículas de óxido de ferro no corpo de pacientes com câncer. Conforme explicaram, essas partículas se aderem aos anticorpos dos doentes que, por sua vez, se aderem a células receptoras presentes nos tumores.

Nanopartículas e campo magnético

Os pesquisadores, então, aplicam um campo magnético que faz com que as nanopartículas presentes nas células cancerosas formem um agrupamento e se autodestruam através de um processo conhecido como apoptose, ou seja, por meio da uma morte celular programada. Como resultado, os cientistas observaram que mais da metade das células cancerosas presentes nos organismos dos doentes foram destruídas, e sem danificar os tecidos saudáveis.

De momento, os pesquisadores estão testando a nova técnica em peixes, que apresentaram poucos efeitos colaterais. E, embora ainda exista um longo caminho a percorrer até que o tratamento possa ser testado em humanos, a técnica é bastante simples e pode ser mais uma arma no tratamento de diversos tipos de cânceres.

Fonte: übergizmo