Projeto da ferrovia entre os continentes (Fonte da imagem: Web Urbanist)

Que tal viajar para a Europa de trem partindo dos Estados Unidos? A ideia parece maluca, mas é mais realista (e antiga) do que parece. Não estamos falando da ligação entre a América do Norte e o velho continente pelo Oceano Atlântico – o que seria um completo absurdo –, e sim de um gigantesco túnel construído na ligação entre a América e a Ásia, conhecida como Estreito de Bering.

São "apenas" 85 km de comprimento, entre o Cabo Dezhnev, o ponto extremo oriental do continente asiático, e o Cabo Príncipe de Gales, o extremo ocidental do continente americano. Durante as últimas glaciações, a área do estreito transformou-se numa ponte natural entre a Ásia e a América e foi denominada como Ponte Terrestre de Bering. Acredita-se que foi dessa forma que poderiam ter chegado os primeiros povos que colonizaram nosso continente.

De Londres à Nova York de trem

É essa ligação que o projeto pretende restabelecer. A ferrovia que pretende ligar os continentes teoricamente permitiria que um habitante de Londres pudesse viajar de trem para os Estados Unidos. Mas o objetivo principal do túnel é industrial, ou seja, carregar centenas de milhões de toneladas de carga por ano.

O projeto pode custar até 100 bilhões de dólares para ser concretizado. De acordo com o site de notícias Web Urbanist, representantes da Rússia e dos Estados Unidos se reuniram recentemente para discutir o assunto e aprovaram o incrível projeto que deve ligar o Alasca à Sibéria.

A gigantesca linha de trem deve começar em Londres, atravessar todo o território russo, com paradas em Moscou, Tynda, Yakutsk, Uelen, cruzar o Estreito de Bering, parar em Nome, no Alasca, e seguir em direção à principal porção terrestre dos EUA, cruzando ainda o Canadá. 

Fonte: Web Urbanist