5 bunkers supersecretos que viraram pontos turísticos

5 bunkers supersecretos que viraram pontos turísticos

Último Vídeo

Os bunkers estão por aí desde que grandes países, com grande poder militar, começaram atacar um ao outro, fazendo com que surgisse a necessidade de proteger seus líderes. A ideia era que eles fossem extremamente secretos, de modo que ninguém pudesse os localizar.

Eventualmente, eles ficavam ociosos (ou eram descobertos) e tinham que ser realocados para algum ponto ainda mais secreto e conhecido apenas pelas pessoas de maior confiança.

Esses são alguns dos antigos bunkers que perderam sua função inicial e hoje estão abertos para visitação. Então, se você é do tipo que curte história de guerras, conspirações e afins, vale a pena conferir.

1. Nuclear Bunker Museum

Ele fica bem debaixo de Praga, na República Checa, e foi construído como abrigo nuclear para toda a população contra possíveis ataques que ocorressem durante a Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria. Ele é bem grande, por isso é sempre necessário o acompanhamento de um guia.

Lá você vai se deparar com toda a experiência de estar em um bunker soviético. Há um sistema de túneis, salas de equipamentos e outras de máquinas (que mantinham o bunker pronto para funcionar em caso de emergência). Nos cômodos, é possível ver todo tipo de memorabilia relacionada à época, como fotografias, máscaras de gás, equipamentos militares e muito mais.

2. Hack Green Secret Nuclear Bunker

Ele tem um pouco mais de 10,6 mil metros quadrados e fica no Reino Unido. Começou a ser usado na Segunda Guerra como estratégia para confundir os pilotos da Luftwaffe (os bombardeiros da Alemanha Nazista). Depois que a Guerra Fria acabou ele foi deixado pra trás e vendido para uma empresa que decidiu abri-lo para visitações.

Nele o visitante não só tem informações sobre a função daquele específico bunker, como tem acesso a um simulador que mostra as condições em caso de um ataque nuclear, e também pode participar de alguns jogos.

3. The Greenbrier

O Greenbrier não é só um lugar que você pode visitar rapidinho; também é possível dormir lá. Ele é um resort de luxo e existe de 1778, no estado norte-americano de West Virginia.

Na década de 1950, o governo decidiu transformar o Greenbrier em um Centro de Recolocação de Emergência. Basicamente, isso significa que, se uma catástrofe generalizada acontecesse, todo o Congresso dos Estados Unidos se abrigaria nesse luxuoso “bunker”. Mais de 40 anos depois, quando a imprensa descobriu, a missão foi abortada, e ele voltou a ser apenas um hotel.

4. Torre Broadway e Bunker Nuclear

Aqui nós temos dois em um. A torre foi construída em 1798 no Reino Unido, pelo 6º Conde de Coventry, para ser um ponto de vigia e negociação. Já nas Duas Grandes Guerras Mundiais, ela era usada para detectar aviões inimigos. O bunker, por sua vez, foi construído a uns 5 metros de distância da torre durante a Guerra Fria. Hoje ambos são abertos para visitação.

5. Bunker 42

O Bunker 42 foi um abrigo antiaéreo usado para abrigar Stalin e membros do governo da URSS. Ali também eram feitas comunicações secretas e reuniões estratégicas, já que o acesso era restrito a membros muito específicos.

Hoje ele está aberto para visitação como um museu da Guerra Fria, mas você também pode encontrar lá dentro salas de conferências e até um restaurante!

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.