4 assassinatos terríveis inspirados por filmes e séries

4 assassinatos terríveis inspirados por filmes e séries

Último Vídeo

Assim como existem séries e filmes baseados em casos reais, também há casos reais inspirados em obras da ficção – e alguns, infelizmente, em longas e seriados sangrentos e de terror. O pessoal do site ListVerse reuniu alguns exemplos em um artigo e nós aqui do Mega Curioso selecionamos 4 deles para você conferir. Veja:

1 – Dexter

O adolescente britânico Steven Miller, de 16 anos, era superfã de Dexter e se inspirou no protagonista da série para assassinar, desmembrar e desovar as partes do corpo de sua namorada, Elizabeth Thomas, de 17 anos, em 2014. Os dois eram colegas de escola e, primeiro, se tornaram amigos depois de a jovem começar a defender Miller – que era vítima de bullying.

(Fonte: Medium / Reprodução)

A amizade acabou progredindo para um relacionamento amoroso entre os dois, mas o que Elizabeth não sabia é que Miller se referia a ela como seu “projeto” e, em um dia em que a garota se encontrava na casa do namorado, ele decidiu partir para o ataque. Steven esfaqueou a adolescente várias vezes e, depois de esquartejá-la, embalou as diferentes partes do cadáver com plástico filme – como Dexter fazia – e se desfez delas, crime pelo qual o britânico foi condenado a 25 anos de prisão.

2 – Pânico

Thierry Jaradin, de 24 anos, e Alisson Cambier, de 15, eram praticamente vizinhos em uma cidadezinha belga e, um dia, o rapaz convidou a adolescente para ir até a sua casa com a desculpa de os dois assistirem filmes juntos e conversarem. No entanto, Thierry tinha outras intenções para o encontro e, quando Alisson recusou maiores intimidades com o rapaz, ele se desculpou, pediu licença, foi até outro cômodo da residência e vestiu a fantasia de Ghostface.

(Fonte: The Hollywood Reporter / Screengrab / VH1 / Reprodução)

O jovem acabou atacando Alisson com 2 facas e cravando as armas na adolescente 30 vezes. O ataque foi tão violento que a garota teve o lado esquerdo do corpo severamente mutilado e, depois de matá-la, o assassino deitou seu cadáver em sua cama, colocou uma rosa em uma das mãos da moça e telefonou para o próprio pai e alguns amigos para confessar o crime. Segundo contou mais tarde para a polícia, Thierry se inspirou nos filmes de terror para cometer tal atrocidade.

3 – Halloween

Jake Evans, de 17 anos, era fã de filmes de terror e, na semana em que assassinou sua mãe e uma de suas irmãs, assistiu ao remake do clássico “Halloween” 3 vezes. Inspirado pelos crimes cometidos na ficção por Michael Meyers, Evans planejou usar uma faca para matar seus pais, avós e 3 irmãs, mas, como não queria causar dor a seus familiares, decidiu trocar a arma por um revólver.

(Fonte: Cultured Vultures / Reprodução)

O garoto matou primeiro a sua irmã com vários tiros e, depois, a mãe, e saiu correndo pela casa gritando que estava louco. Por sorte, antes de seguir atirando contra outras pessoas, Evans decidiu contatar as autoridades e se entregar à polícia. Ele foi sentenciado a 45 anos de cadeia pelos crimes em 2015, e poderá entrar com pedido para conseguir liberdade condicional depois de cumprir metade da pena.

4 – O Silêncio dos Inocentes

Você se recorda da horripilante cena de “O Silêncio dos Inocentes” em que Hannibal Lecter escapa da polícia e deixa para trás um oficial pendurado em sua cela improvisada com as vísceras caindo de seu corpo? Um cara chamado Anthony Lauritsen, além de adorar esse filme, sentia fascínio especial por essa sequência – e se inspirou nela para assassinar a própria avó, uma senhorinha chamada Margaret Lauritsen.

(Fonte: Wallpaper Vortex / Reprodução)

Anthony um martelo e um aparador de jardim para matar a mulher – que, conforme indicaram seus ferimentos, tentou se defender do ataque – e acabou eviscerando e quase decapitando Margaret. A senhora tinha uma Poodle chamada Susie, que também perdeu a vida no ataque, e o rapaz planejava assassinar outros membros de sua família e pessoas de quem não gostava. Anthony foi condenado à prisão perpétua, mas, após passar 20 anos atrás das grades e entrar com vários recursos, deverá receber liberdade condicional.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.