'Monólito' de madeira na Alemanha também some misteriosamente

A invasão alien tão esperada para esse fim de ano tem sido precedida de sinais estranhos, com monólitos surgindo misteriosamente e desaparecendo da mesma maneira. Até agora, a lista soma um nos EUA, um  na Romênia e o da Alemanha – de todos, esse foi (com o perdão do trocadinho) o que mais tempo permaneceu de pé: quatro anos, até essa madrugada, quando foi decepado e levado embora.

Medindo um pouco mais de dois metros, ele erguia-se sobre a montanha Grünten, e já era uma atração turística. Essa manhã, as únicas coisas que restaram eram um toco e muita serragem. A polícia está investigando o desaparecimento – porém, não há nem mesmo um crime a ser registrado, já que ninguém se identificou como o dono da obra (pode ter sido ele a levar embora sua obra de arte).

Fonte: Ralf Lienert/Reprodução

Infelizmente, não é a primeira vez que ele é vandalizado: em novembro, o totem foi derrubado mas, rápida e misteriosamente, restaurado e posto ereto novamente.

Sem vestígios

Enquanto a pequenina cidade de Kempten ainda busca respostas sobre a perda de seu pênis de madeira, os moradores de Piatra Neam?, na Romênia, também tiveram seus dias de êxtase com o aparecimento, no alto da colina Batca Doamnei, de um monólito como o de Utah. Do mesmo jeito que surgiu, em 26 de novembro, também desapareceu, sem deixar vestígios ou pistas de quem o teria levado para lá.

“A estrutura de 2,8 metros de altura desapareceu durante a noite tão silenciosamente quanto foi erguida na semana passada. Uma pessoa não identificada a levou. Agora tudo o que resta é apenas um pequeno buraco coberto por solo rochoso”, disse à Reuters o jornalista Robert Iosub, do jornal local Ziar Piatra Neamt.

Do outro lado do Atlântico, já no dia 29, o monólito fincado no deserto de Utah também foi levado. “Um dos caras que ajudou a derrubar o monólito disse: ‘É por isso que não se deve deixar lixo no deserto’.”

‘Monólito’ de madeira na Alemanha também some misteriosamente via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.