Mito ou verdade: a Coca-Cola produzida no México é melhor?
387
Compartilhamentos

Mito ou verdade: a Coca-Cola produzida no México é melhor?

Último Vídeo

Existe um fato bastante curioso que acontece com os consumidores de Coca-Cola nos Estados Unidos: alguns têm uma paixão declarada pela versão produzida no México, chegando até a pagar um pouco mais caro apenas para saborear o que eles consideram a melhor Coca-Cola.

A versão latina do refrigerante é facilmente encontrada nos Estados Unidos e pode ser diferenciada por dois fatores: primeiramente, a bebida é adoçada com cana de açúcar e, em seguida, ela é envasada em garrafas de vidro, em vez das tradicionais embalagens plásticas.

Ainda, por ser importada, a bebida mexicana acaba custando um pouco mais caro. De acordo com o site Business Week, uma garrafa de 350 mL que vem do México é vendida por 1,50 dólar (quase 3,50 reais), sendo que uma garrafa de 600 mL da bebida produzida em solo americano pode ser comprada pelo mesmo preço.

Mas o que faz com que os consumidores prefiram a Coca-Cola produzida no país vizinho?

O segredo da Coca-Cola mexicana

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

O site Business Week aponta que é justamente o ingrediente utilizado para adoçar o refrigerante que conquista consumidores tão assíduos da Coca-Cola produzida no México. Tradicionalmente, o produto americano é adicionado com o famoso xarope de milho de alta frutose, que não é visto como um alimento muito saudável por aqueles que preferem o açúcar da cana.

Acontece que Francisco Garza Egloff, diretor da Arca Continental, a empresa que produz a Coca-Cola mexicana, declarou há algumas semanas que eles estavam considerando utilizar o xarope de milho para diminuir custos de produção e isso foi suficiente para fazer com que os consumidores da “Mexicoke” se manifestassem.

Depois dos protestos, a empresa se viu forçada a anunciar que continuaria utilizando apenas cana de açúcar nos produtos exportados para os Estados Unidos. No entanto, o debate sobre o uso de diferentes tipos de açúcar revelou aos consumidores que parte do refrigerante distribuído dentro do México já é produzida com uma mistura feita de cana e xarope de milho.

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Os defensores da Coca-Cola mexicana também descrevem o produto como uma bebida mais refrescante e efervescente, além de sentirem um gosto que se assemelha à cerveja. Kerry Tressler, porta-voz da Coca-Cola, garante que não existe nenhuma diferença perceptível no sabor das duas versões da bebida.

Vale lembrar que, independente do adoçante utilizado nos refrigerantes, esse tipo de bebida ainda contém altas concentrações de açúcar, o que indica que seu consumo deve ser moderado. Pesquisas científicas já relacionaram a ingestão excessiva de refrigerantes a doenças como a diabetes e a obesidade. Mas se vamos consumir a bebida, que ela seja agradável ao paladar e aí todos nós sabemos que gosto é uma coisa que não se discute.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.