Policistite: mulher posta foto raspando pelos faciais para discutir o tema
167
Compartilhamentos

Policistite: mulher posta foto raspando pelos faciais para discutir o tema

Último Vídeo

A blogueira australiana Tina-Marie Beznec, conhecida pelas suas publicações sobre vida saudável, resolveu falar de uma questão bastante particular e que costuma ser escondida pelas mulheres que a vivenciam: os sintomas da síndrome do ovário policístico.

Em uma publicação no Facebook, Beznec divulgou uma imagem que a mostra passando um barbeador no rosto. Na legenda, ela pede para que as pessoas respeitem mulheres que enfrentam a mesma condição, que se coloquem no lugar delas e que saibam que o aparecimento de pelos no rosto é algo que abala a autoestima dessas mulheres.

“Assim como com depressão, ansiedade, infertilidade, ganho de peso, desiquilíbrios hormonais, inchaço, dores abdominais, acne, cistos, aumento do risco de câncer e tudo mais, muitas mulheres, incluindo eu, têm de lidar com pelos faciais!”, escreveu ela.

Empatia e respeito

“Você sabe o quão NÃO FEMININA isso pode fazer com que uma mulher se sinta? Eu sempre fui muito autoconsciente sobre o assunto, mas realmente preciso colocar isso para fora porque quero criar mais consciência sobre essa síndrome e o quanto ela pode impactar a vida de alguém, especialmente se ela não sabe que a tem”, continuou.

Beznec pediu para que as pessoas não julguem mulheres acima do peso ou que tenham falhas no cabelo e pelos no rosto. “Você nunca sabe pelo que a pessoa tem passado e é injusto dizer que alguém é preguiçoso ou sem saúde sem saber a sua história”, afirmou a blogueira, que disse entender o impulso humano de julgar pessoas com base em suas aparências.

“Se você acha que pode ter a síndrome do ovário policístico, por favor não tenha medo de procurar ajuda médica; é uma batalha difícil, mas, o quanto antes você for diagnosticada, mais cedo vai poder controlar os sintomas”, explica ela, que tem toda a razão. Vale lembrar, leitoras: consultas ginecológicas são necessárias pelo menos uma vez ao ano, hein!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.