Jovem passa mais de 2 anos em cima de uma árvore para impedir sua derrubada
883
Compartilhamentos

Jovem passa mais de 2 anos em cima de uma árvore para impedir sua derrubada

Último Vídeo

Esse é mais um exemplo daquelas pessoas fortes que passam por experiências totalmente transformadoras e servem como inspiração para todos nós. Ativista, a então jovem Julia Butterfly Hill ficou mundialmente conhecida por ter passado 738 dias da sua vida em cima de uma árvore milenar com o objetivo de evitar que a derrubassem.

A árvore em questão era uma sequoia vermelha com 60 metros de altura que estava junto de outras árvores igualmente antigas em um bosque na cidade de Stafford, na Califórnia, nos Estados Unidos – uma região que vinha sofrendo desmatamentos constantes durante a década de 1990.

Diversos ativistas já vinham se manifestando contra o corte da planta milenar – que foi carinhosamente apelidada de Luna – e acampavam na árvore e ao redor dela para garantir sua segurança. No dia 10 de dezembro de 1997, Julia subiu na árvore com o intuito de ficar por duas semanas, mas a jovem desceu de lá apenas 2 anos depois, em 18 de dezembro de 1999.

Fonte da imagem: Reprodução/Actipedia

Amor à natureza

Para se manter em cima da árvore, Julia instalou uma plataforma de madeira de 3 metros quadrados a 50 metros do chão e a cobriu com uma lona impermeável para se proteger da chuva. A ativista se alimentava graças a uma equipe de pessoas que providenciavam a subida de alimentos até a plataforma. Em um determinado momento, funcionários envolvidos com a madeireira responsável pelo desmatamento tentaram impedir que a comida chegasse até Julia.

Segundo o site Hypeness, a jovem ainda dispunha de um fogareiro para cozinhar, uma bolsa hermética para fazer suas necessidades e uma esponja para tomar banho com a água da chuva. Pequenos painéis solares permitiam que Julia carregasse seu celular e pudesse se manter informada das notícias da atualidade e das negociações acerca da derrubada de Luna.

Muitas equipes de televisão e outros veículos da mídia entraram em contato com a jovem para entender melhor qual era o seu objetivo em permanecer tanto tempo vivendo nessas condições. É possível conferir, inclusive, uma espécie de documentário que mostra os primeiros meses da vida de Julia e Luna aqui.

Fonte da imagem: Reprodução/Examiner

Em terra firme

O protesto de Julia só teve fim no dia em que ela conseguiu a expedição de um documento legal assinado pela madeireira responsável pela área que afirmava que Luna e outras árvores da região não seriam cortadas.

Hoje, Julia Hill tem 39 anos e já rodou o mundo falando sobre sua experiência, promovendo palestras sobre motivação e meio ambiente. A ativista é vegana e também escreveu um bestseller – The Legacy of Luna – que já foi traduzido para 11 línguas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.