Existe um horário em que estamos mais propensos a ter infecções, sabia?
324
Compartilhamentos

Existe um horário em que estamos mais propensos a ter infecções, sabia?

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Você se lembra da última vez que teve algum tipo de infecção? Possivelmente não foi muito legal, até mesmo porque infecções geralmente incluem dores, febre, mal-estar e a necessidade de usar medicamentos que, muitas vezes, têm efeitos colaterais desagradáveis. Isso tudo você já sabe sobre infecção, mas o que talvez seja novidade é o fato de que, ao longo do dia, existe um horário em que ficamos mais propensos a pegar infecções.

Uma nova pesquisa, feita por cientistas da Universidade de Cambridge, revelou que o funcionamento do nosso relógio biológico afeta processos infecciosos. Para chegar a essa conclusão, ratinhos de laboratório foram infectados com o vírus do herpes em diferentes horários do dia.

Os resultados revelaram que o vírus se multiplica dez vezes mais quando chega ao organismo dos ratos durante a parte da manhã em comparação com os outros horários do dia – os animais estavam em um ambiente de luz controlada: tinham 12 horas de luz do dia e 12 horas de escuridão.

O relógio biológico, oficialmente chamado de ritmo circadiano, controla nossos padrões de sono, a temperatura do corpo e diversos aspectos do nosso sistema imunológico. Em ratos que têm defeitos genéticos que afetam o funcionamento do ritmo circadiano, a reprodução viral é alta independente do período do dia.

Na prática

Giphy

De acordo com Akhilesh Reddy, neurocientista da Universidade de Cambridge, a hora de uma infecção pode interferir em quão suscetíveis somos em relação a determinadas doenças e à replicação viral em si, o que significa que uma infecção pode ser mais ou menos grave dependendo do horário do dia em que o vírus se hospedou.

Saber disso pode ser útil em relação à vacinação contra a gripe, por exemplo: é possível que, futuramente, tenhamos a recomendação de um horário mais adequado para a aplicação da vacina, de modo que ela se tornaria ainda mais eficiente.

Além do mais, esses resultados podem ser úteis para que se entenda por que pessoas que trabalham em turnos diferenciados tendem a ficar mais doentes do que as que trabalham em turnos regulares – a explicação possivelmente tem a ver com o fato de que, por não terem horários regulados de sono, seus sistemas imunológicos são mais frágeis. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.