3 fatores comuns que nos fazem ter problemas de memória
107
Compartilhamentos

3 fatores comuns que nos fazem ter problemas de memória

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Nosso cérebro é realmente curioso: às vezes, conseguimos nos lembrar de fatos ocorridos há anos, mas de vez em quando nos esquecemos do lugar onde deixamos as chaves de casa. Ainda que tendamos a pensar na perda de memória como algo mais comum em idosos, qualquer pessoa pode ter perda momentânea de memória.

Pesquisas recentes sobre o tema têm mostrado que hábitos de vida podem realmente prejudicar nossa memória. Da mesma maneira, algumas medidas podem ser tomadas para que consigamos manter a memória a todo o vapor e, ainda por cima, possamos evitar ou retardar o aparecimento de alguns tipos de demência como a Doença de Alzheimer. A seguir, conheça alguns fatores que estão diretamente relacionados com a perda de memória e aprenda a revertê-los:

1 – Má qualidade de sono

Imagem: Shutterstock

Dormir mal é péssimo em todos os sentidos e basta uma noite de insônia para que você concorde com isso. Uma pesquisa recente revelou, no entanto, que a privação do sono também está relacionada com a perda de memória de curto período. Em nosso cérebro, a região que processa esse tipo de memória recebe as mais diversas informações a todo o momento e, à medida que dados novos chegam, os mais velhos vão sendo esquecidos ou enviados para outra região cerebral.

Esse novo estudo revelou que, enquanto dormimos, essas memórias curtas são levadas para o córtex pré-frontal, responsável por guardar memórias longas. Dormir mal significa diminuir a qualidade desse transporte de memórias, afetando nossa capacidade de recordar eventos recentes. A solução? Dormir durante pelo menos 7 horas por noite.

Se você tem problemas para pegar no sono, experimente beber chá de camomila, que tem flavonoides que agem como sedativos naturais. Entre os alimentos que nos dão sono estão também cerejas, bananas, amêndoas e nozes. Se a dificuldade for mais séria, não deixe de procurar um médico especialista em distúrbios do sono.

2 – Questões hormonais

Imagem: Shutterstock

Estrogênio, progesterona, testosterona e os hormônios produzidos pela tireoide desempenham também papéis cognitivos em nossos corpos. Quando essas substâncias estão desreguladas, algumas de nossas funções cerebrais podem ficar comprometidas, provocando dificuldades de concentração e de memória.

Esse tipo de reação é comum em mulheres grávidas e também nas que estão passando pela menopausa. Com os homens, o mais comum é que as perdas de memória curta aconteçam conforme eles envelhecem, quando os níveis de testosterona ficam mais baixos.

Entre as medidas que nos auxiliam em relação aos problemas de memória e aos nossos níveis hormonais estão o hábito de uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos – especialmente a musculação. Atividades que exijam esforço mental também ajudam. Nesse sentido, aposte em novas leituras, aulas de idiomas, palavras-cruzadas, sudoku, pintura e atividades artísticas em geral.

3 – Excesso de estímulos cerebrais

Imagem: Shutterstock

Vamos fazer um teste simples: você se lembra de tudo o que leu e viu ontem na sua timeline do Facebook? Possivelmente não, e a explicação para isso é simples: somos inundados por muita informação o tempo todo, e tantos estímulos nos fazem ter dificuldades de manter o foco e, consequentemente, de gravar memórias curtas.

Um jeito de resolver o problema é apostar em alimentos que não contenham gordura saturada e que sejam ricos em ômega-3. Além disso, o chá verde é conhecido por seu poder de nos manter focados – falando em ervas, a ashwagandha, que é uma erva indiana, também é conhecida por nos deixar mais concentrados. Não custa tentar.

***

Sempre vale lembrar que problemas de memória não devem ser considerados comuns, nem mesmo com o avanço da idade. Se a dificuldade de se lembrar de informações for constante, é aconselhável procurar ajuda médica. 

*Publicado em 6/6/2016

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.