Reduzir o sal da alimentação é essencial para a boa saúde

01/04/2013 às 12:582 min de leitura

Crédito: Thinkstock

Se você é daquelas pessoas que sempre estão com o saleiro ao lado do prato durante as refeições para dar mais pitadas do tempero nos alimentos, saiba que esse hábito pode fazer muito mal a sua saúde, principalmente a longo prazo.

De acordo com uma recente pesquisa apresentada na Associação Americana do Coração, a ingestão de muito sal foi responsável por 2,3 milhões de mortes por ano em todo o mundo, matando 10 vezes mais pessoas até do que as bebidas açucaradas. Destas, quase um milhão ocorreu com pessoas de 69 anos ou mais jovens.

Segundo o novo estudo, 15% de todas as mortes por ataques cardíacos, derrames e outras doenças relacionadas ao coração de todo o mundo em 2010 foram causadas pelo consumo exagerado do sal, pois o sódio causa alterações como a elevação da pressão arterial.

Leia também:

“Medidas nacionais e globais de saúde pública, tais como programas abrangentes de redução de sódio, poderia salvar milhões de vidas", disse o principal autor do estudo e professor associado de medicina e epidemiologia da Harvard School of Public Health, Dariush Mozaffarian, ao Daily Mail.

Os pesquisadores comparam essa pesquisa com o estudo recente sobre os males das bebidas açucaradas, alertando que no caso do consumo de sal, o perigo é muito maior: "A carga de sódio é muito mais elevada do que a de açúcar nas bebidas. Isso porque essas fazem parte apenas de um tipo de produto que as pessoas podem evitar, enquanto o sódio está em quase todos", afirmou Dariush Mozaffarian.

Os pesquisadores analisaram 247 estudos sobre a ingestão adulta de sódio, estratificando por idade, sexo, região e país entre os anos de 1990 e 2010 como parte do Global Burden of Diseases Study, um estudo colaborativo internacional realizado 488 cientistas, sendo eles oriundos de 303 instituições de 50 países ao redor do mundo.

A redução do sódio foi uma das medidas principais recomendadas pela Organização Mundial de Saúde em 2012 para diminuir as mortes causadas pela má alimentação. Ela se aplica para pessoas de todas as idades, até as crianças.

Para diminuir o sal das refeições sem perder o sabor, a nutricionista Priscila Di Ciero indica apostar nos temperos naturais como as ervas secas ou desidratadas, além do uso de sal especial com redução de sódio (com 50 a até 66% a menos de sódio), que já existe no mercado brasileiro há algum tempo com a denominação de light.

Outra dica da profissional é o uso da flor de sal (a forma mais pura e cristalizada) apenas no final do preparo, mas também com moderação. A nutricionista tem uma receita de sal verde, que deixa as refeições ainda mais gostosas sem o exagero do sódio, batendo no liquidificador ervas secas com um pouquinho de sal marinho e gergelim torrado.

Além disso, uma medida essencial é prestar atenção nos rótulos dos produtos industrializados, caso não possa evitá-los, para verificar a quantidade de sódio. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o ideal é não ultrapassar o limite de consumo de 2 gramas de sódio por dia, o equivalente contido em 5 gramas de sal.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: