Você conhece todos os benefícios das castanhas?

08/05/2013 às 12:283 min de leitura

Crédito: Shutterstock

Noz, avelã, castanha do Brasil, macadâmia, pistache, castanha de caju e amêndoa são apenas alguns dos exemplos de oleaginosas que temos no mercado. E provavelmente esta não é a primeira vez que você ouve dizer que as castanhas podem trazer uma série de benefícios para o organismo. Mas será que você conhece todas essas vantagens?

Embora algumas pessoas evitem o seu consumo regular por acreditar que são alimentos muito calóricos e ricos em gorduras, um estudo recente publicado no periódico American Journal of Clinical Nutrition aponta que os adultos não precisam restringir a ingestão das oleaginosas. Os pesquisadores revisaram 31 estudos anteriores e descobriram que as pessoas que consumiam castanhas regularmente ou que trocavam outros alimentos por castanhas perdiam mais peso e reduziam a circunferência abdominal.

Apesar de perder peso ser uma das grandes vantagens de se consumir oleaginosas, certamente não é a única. Para mostrar os diferentes benefícios das castanhas, o Huffington Post reuniu bons motivos para ter esses alimentos sempre por perto! Confira:

Leia também:

Redução do stress

Um estudo se concentrou em analisar castanhas que fossem ricas em ácido alfalinolênico – como as nozes, por exemplo – e descobriu que elas possuíam uma propriedade protetora do coração que agia em momentos de stress agudo. Isso significa que os nutrientes presentes em diferentes tipos de castanhas podem preservar o corpo de problemas físicos causados pelo stress. Além disso, as amêndoas são fonte de vitamina B, vitamina E e magnésio, que fortalecem o sistema imunológico quando estamos estressados.

Proteção do coração

De acordo com o Huffington Post, amêndoas, avelãs, amendoins, castanhas do Brasil, nozes e castanhas de caju diminuem o risco de doenças do coração. As descobertas foram feitas em Harvard e mostram que as oleaginosas podem ajudar a diminuir o LDL colesterol, além de fornecerem uma dose de gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas – que são consideradas as gorduras do bem que protegem o coração. Esses alimentos também são ricos em arginina, que é um aminoácido que se transforma em óxido nítrico dentro do organismo e ajuda a relaxar os vasos sanguíneos.

Crédito: Shutterstock

Cuidado com os pulmões

Uma dieta rica em pistaches é capaz de afastar os riscos de câncer de pulmão, conforme mostra um estudo preliminar apresentado na American Association for Cancer Research Frontiers. Os pesquisadores alegam que o pistache é uma fonte rica em gama tocoferol, um tipo de vitamina E que tem sido considerado fundamental no combate ao câncer, embora novos estudos ainda sejam necessários.

Ajuda na manutenção do peso

Na revisão de estudo realizada pelos pesquisadores, algumas pesquisas mostraram um pequeno aumento na massa total, mas a maioria delas identificou uma relação entre as castanhas e a manutenção do peso. Acredita-se que a explicação esteja no fato de que as oleaginosas são alimentos que saciam facilmente, mas, graças às fibras, são metabolizadas lentamente pelo organismo. Isso significa que as castanhas satisfazem mais do que outros alimentos com o mesmo valor calórico, mas possuem um valor nutritivo maior.

Controle do colesterol

Um estudo realizado em 2010 e disponível no Archives of Internal Medicine sugere que consumir uma noz por dia seja suficiente para manter o colesterol ruim em níveis baixos. A pesquisa descobriu que esse hábito resultou em uma redução de 7,4% no LDL colesterol e cerca de 10% nos níveis de concentração de triglicérides.

Crédito: Shutterstock

Combate do câncer de próstata

As castanhas do Brasil também entram na lista de alimentos benéficos para o organismo, especificamente para o público masculino. Por serem ricas em selênio, essas oleaginosas ajudam a combater o câncer de próstata, de acordo com um estudo preliminar da American Association of Cancer Research. A pesquisa revelou que homens com níveis mais altos de selênio – que foram determinados a partir da análise das unhas – tinham 60% menos chances de desenvolver câncer de próstata dentro de 17 anos.

Contribuições para a saúde do cérebro

As oleaginosas são consideradas alimentos para o cérebro devido às grandes doses de vitamina E que contêm. Dessa maneira, as castanhas contribuem para a manutenção das funções cognitivas com o avanço da idade. Especialmente os amendoins, que também são ricos em folato de vitamina B, e melhoram a saúde dos nervos, reduzindo o risco de problemas cognitivos. Um estudo do British Journal of Nutrition realizado com ratos também revelou que as nozes podem melhorar a memória e as funções motoras e de resolução de problemas.

Melhora do sistema reprodutor masculino

Se o seu objetivo é começar uma família, as nozes devem passar a fazer parte do cardápio do seu parceiro. O Huffington Post aponta que consumir duas porções grandes de nozes melhora a qualidade do esperma em termos de vitalidade e mobilidade. Já o pistache contribui para a redução da disfunção erétil, conforme aponta um estudo do International Journal of Impotence Research.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: