5 coisas que acontecem com seu corpo quando você pula uma refeição
Seja o primeiro a compartilhar

5 coisas que acontecem com seu corpo quando você pula uma refeição

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Estamos mais do que acostumados com a noção de que pular refeições não é muito saudável e com o fato de que o café da manhã é uma refeição especialmente importante, já que representa a primeira vez que comemos depois de um longo jejum. Quantas vezes você, aos finais de semana, acordou tarde e já foi logo almoçar – ou jantar, dependendo do nível de hibernação?

Ainda que pular refeições seja comum – se não aos finais de semana pelos dorminhocos, acontece em dias de semana por quem trabalha demais e não encontra tempo nem para almoçar com calma. O que nem sempre imaginamos é que pular refeições altera processos fisiológicos importantes em nosso corpo. Duvida? Então confira a seguir os efeitos de ficar muitas horas sem comer:

1 – Os níveis de açúcar no seu sangue ficam desregulados

A maioria das pessoas tem os níveis de açúcar equilibrados, mesmo quando está dormindo e fica muito tempo sem comer, mas, quando estamos acordados e o nível de açúcar diminui, nosso corpo sente os impactos da falta de energia. Sem açúcar, todos os nossos órgãos trabalham de maneira deficiente, o que nos deixa grogues e mais cansados.

Imagem: Pixabay

2 – Há acúmulo de gordura

Seu corpo tem um raciocínio fisiológico que, basicamente, busca fazer com que você fique vivo. Quando você fica horas e horas sem comer, ele se prepara para passar fome e começa a deixar de queimar calorias, para que elas fiquem acumuladas para o futuro. Ou seja: se a ideia é perder peso, ficar horas sem comer não é, definitivamente, a solução.

Imagem: Shutterstock

3 – Seu cérebro também paga o pato

Vamos lá: os níveis de açúcar diminuem e, assim, seu metabolismo fica mais lento, o que inclui a função metabólica do cérebro. Falta de energia é um fator que afeta nosso humor, nosso estado de alerta e nossa disposição. Acha ruim? Então espere que tem mais: deixar de comer significa ter uma baixa ingestão de vitaminas e minerais, o que só piora a saúde do seu corpo todo, de um modo geral, mas, com relação à sua mente, é algo que provoca sensação de fatiga e irritabilidade.

Imagem: Shutterstock

4 – O hormônio do stress é liberado

Sem uma das refeições do dia, seu metabolismo fica lento e, quando isso acontece, o hormônio do stress é liberado em sua corrente sanguínea. O resultado? Exagerar na próxima refeição e comer muito mais do que você comeria normalmente, o que só gera acúmulo de calorias e, consequentemente, de gordura.

Imagem: Shutterstock

5 – Você fica realmente faminto

Além do hormônio do stress, seu cérebro libera hormônios que nos dizem que estamos com fome. A combinação desses dois hormônios é um prato-cheio para o exagero na hora de comer, com o perdão do trocadilho. O problema de comer excessivamente – ou pelo menos um dos problemas – é que grandes quantidades de comida fazem com que o nível de açúcar em nossa corrente sanguínea fique completamente desregulado – idem para os níveis de insulina.

O resultado de tudo isso é seu corpo achando que a melhor coisa a ser feita é estocar gordura – aliás, é por isso que, quando estamos há muito tempo sem fazer uma refeição, tendemos a escolher lanchinhos gordurosos ou cheios de açúcar. O ideal é comer de três em três horas, em porções menores e, claro, optar por itens saudáveis, com pouco sal, pouco açúcar e pouca gordura.

Imagem: Shutterstock

***

Você consegue controlar sua alimentação ou é do tipo que fica muitas horas sem comer? 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.