Chef de cozinha tem visto negado na Nova Zelândia por estar acima do peso
21
Compartilhamentos

Chef de cozinha tem visto negado na Nova Zelândia por estar acima do peso

Último Vídeo

Depois de ir à Nova Zelândia diversas vezes, o chef de cozinha Albert Buitenhuis e sua esposa Marthie tiveram seu visto negado recentemente. O motivo alegado é a condição de saúde do chef, já que ele se encontra acima do peso recomendado.

De acordo com a notícia da BBC News, Buitenhuis e sua esposa se mudaram da África do Sul para a cidade de Christchurch, na Nova Zelândia, em 2007. Nessa época, o chef de cozinha pesava 160 quilos e o casal nunca teve problemas para entrar no país. Hoje, com 30 quilos a menos, o profissional teve seu visto negado. A justificativa dos responsáveis pelo departamento de imigração é que o chef “não se encontra em um padrão de saúde aceitável”.

“Nós dávamos entrada [nos documentos] ano após ano e nunca tivemos problemas. Eles não mencionaram o peso ou a saúde de Albert uma única vez e antes ele pesava muito mais”, declarou a esposa do chef de cozinha.

A justificativa

O ocorrido se deu em maio de 2013 e as autoridades não se negaram em apontar que o problema era o peso do chef de cozinha. O casal já apelou para o ministro da imigração na Nova Zelândia para tentar resolver o impasse.

Um porta-voz do serviço de imigração disse que o pedido de Buitenhuis havia sido negado porque sua obesidade implica em “riscos significativos”, que incluem diabetes, hipertensão e doenças do coração. “É importante que todos os imigrantes tenham condições de saúde aceitáveis para minimizar os custos e demandas do sistema de saúde da Nova Zelândia”, declarou o porta-voz.

Curiosamente, a Nova Zelândia tem uma das taxas de obesidade mais altas entre os países desenvolvidos, sendo que cerca de 30% da população está acima do peso ideal.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.