14 hábitos estranhos de pessoas famosas
57
Compartilhamentos

14 hábitos estranhos de pessoas famosas

Último Vídeo

Todos nós temos nossas particularidades, e isso inclui alguns hábitos estranhos e manias curiosas. Quando pensamos na rotina de pessoas famosas, às vezes esquecemos de que elas, assim como todo mundo, também têm suas peculiaridades. O Cracked reuniu uma série de hábitos típicos que fazem ou que já fizeram parte da vida de gente de sucesso. Confira:

1 – Sabia que o genial Quentin Tarantino não tem muita intimidade com teclados de computadores? Por digitar usando apenas um dedo, o responsável por obras como “Pulp Fiction”, “Kill Bill” e “Django Livre” já está acostumado a escrever seus roteiros à mão.

2 – Deveria ser interessante ser amigo de Salvador Dalí. O cara carregava um porta-cigarros no qual guardava bigodes que, educadamente, oferecia a seus amigos.

3 – William Harvey foi o cientista inglês que descobriu as funções do coração e conseguiu explicar como funciona a nossa circulação sanguínea. O que pouca gente sabe é que esse cara curtia ficar no escuro para se concentrar e, por isso, construiu cavernas subterrâneas, onde meditava durante o verão. Quem nunca?

4 – O dramaturgo escocês Anthony Neilson tem alguns conselhos para quem busca inspiração e criatividade: tenha uma vida; seja colaborativo; ignore o barulho à sua volta; escute música; e, claro, masturbe-se com frequência.

5 – Falando em criatividade, o poeta alemão Friedrich Schiller, amigo íntimo de Goethe, só conseguia escrever se seu escritório estivesse fedendo. O cara se inspirava sabe com qual cheiro? Com o de maçã podre e, por isso, sempre tinha frutos apodrecidos em sua mesa. Que beleza!

6 – E o que dizer do campeão de UFC Lyoto Machida, que bebe a própria urina todas as manhãs?

7 – O general Stonewall Jackson tinha algumas crenças curiosas. Ele achava, por exemplo, que deveria comer apenas os alimentos que considerava ruim – na cabeça dele, eles eram melhores para a saúde. Além disso, o cara andava sempre com um braço erguido, já que ele tinha certeza de que um dos lados do seu corpo era mais pesado do que o outro – andar com um braço erguido iria mantê-lo equilibrado, além, é claro, de direcionar o sangue do seu braço para seus outros órgãos.

8 – Em 1965, o físico Richard Feynman foi o ganhador do Prêmio Nobel graças aos seus trabalhos pioneiros envolvendo eletrodinâmica quântica. Sabe onde ele começou a desenvolver suas pesquisas? Em um clube de strip-tease.

9 – E você gosta da ideia de fazer anotações ou escrever um diário sobre a sua própria vida? Então talvez a história do pensador Richard Buckminster Fuller inspire você: o cara passou SESSENTA E SEIS anos escrevendo sobre suas experiências de vida. Todas as anotações, quando empilhadas, chegam a quase 430 metros de altura.

10 – E você já tomou seu banho de ar hoje? Não? Pois saiba que essa era uma prática comum na vida de Benjamin Franklin, que todas as manhãs se sentava em frente a uma janela aberta, completamente sem roupa, para tomar uma fresca. Para ele, essa era uma forma sensata de cuidar da própria saúde.

11 – O pintor Francis Bacon dizia que sua mente só funcionava bem para as suas criações quando ele estava de ressaca e, por isso, bebia exageradamente com frequência. Viva a arte!

12 – O jornalista e escritor Truman Capote tinha algumas superstições bizarras e, mesmo tendo a noção de que a maioria de suas crenças não fazia sentido, vivia de acordo com as regras absurdas que ele mesmo criava. Por isso, Capote nunca trabalhava no dia 13 de cada mês, nunca deixava três bitucas de cigarro no cinzeiro e sempre dava um pulinho depois do seu 13º passo. Tá pouco? Entre as coisas que mais o faziam quase sair do sério, estava ver um chapéu deixado em cima da cama.

13 – O inventor japonês Dr. Yoshiro Nakamatsu já patenteou mais de 3,3 mil produtos. De acordo com o próprio Nakamatsu, seu segredo é fazer longos mergulhos. Ele acredita que muito oxigênio faz mal ao cérebro e, por isso, tem o costume insano de se privar de respirar por tempo suficiente para quase morrer – segundo ele, é aí que o seu cérebro atinge sua capacidade máxima de raciocínio. Se é verdade ou não, jamais saberemos. O que importa é que esse cara é o inventor de coisas como CDs, DVDs, máquinas de fax, caraoquês e do famoso invisible bras.

14 – Steve Jobs era vegano e, de vez em quando, adotava uma dieta à base de frutas, apenas. Sua restrição alimentar era tanta que, às vezes, ele só ingeria um ou dois alimentos durante semanas – ficava dias comendo só maçãs e cenouras, por exemplo. Jobs acreditava que sua dieta era uma ótima forma de prevenir maus odores e, por isso, não usava desodorante nem tomava banho com muita frequência.

***

Depois de tanta coisa estranha, você já pode deixar a vergonha de lado e dividir com a gente as suas manias mais curiosas. O espaço dos comentários está esperando. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.