8 lugares que poderiam te dar superpoderes, mas provavelmente te matariam
229
Compartilhamentos

8 lugares que poderiam te dar superpoderes, mas provavelmente te matariam

Último Vídeo

Se você não é um mutante natural, um alienígena, uma divindade ou um fruto dos milagres divinos, então as histórias em quadrinhos não deixam muitas opções restantes para que você ganhe superpoderes. Nesse caso, sua única opção seria contar com um acidente estranho envolvendo elementos como radioatividade, resíduos tóxicos ou raios cósmicos misteriosos.

Fora do mundo da ficção, no entanto, de aproximar de um desses potenciais “gatilhos” superpoderosos provavelmente seria uma aposta muito mais arriscada do que pode parecer. Embora seja preciso ressaltar que, fora do universo mágico dos quadrinhos e do cinema, o contato com os elementos a seguir acabaria matando praticamente qualquer pessoa, confira uma lista com os lugares que poderiam te dar superpoderes.

1 – Parque de diversões Pripyat (Ucrânia)

Muitos mutantes trágicos foram originados por conta do infame acidente de Chernobyl nas áreas que cercam a antiga usina nuclear, mas nenhum deles era capaz de invadir a mente de outras pessoas, voar, soltar rajadas laser pelos olhos ou contar com regeneração instantânea. Mesmo depois de vários esforços internacionais para tornar a região afetada mais segura, boa parte dela ainda emite radiação demais para permitir a livre circulação de pessoas.

Uma das áreas mais marcantes afetadas pelo desastre é o parque de diversões Pripyat, que fica apenas alguns quilômetros distante da usina e tem porções que emitem radiação até hoje. O local nunca chegou a ser aberto para funcionamento antes do acidente e muitas das suas atrações continuam lá, algumas até caindo aos pedaços. Seja você um herói ou um vilão, esse seria o cenário perfeito para uma história de origem.

2 – Cidade mineradora de Picher (Estados Unidos)

Localizada no estado norte-americano de Oklahoma, Picher um dia foi um efervescente centro de mineração de zinco e chumbo, mas um vazamento de detritos operacionais contaminou o solo e o município acabou se tornando extremamente nocivo. Depois que se descobriu que o nível de chumbo no sangue das crianças estava muito acima do aceitável, o governo passou a comprar propriedades para que as pessoas deixassem a região.

Mesmo depois de tudo isso, no entanto, um pequeno grupo de moradores se recusou a abandonar a cidade e continua morando lá até hoje. É altamente improvável que a teimosia desses cidadão seja causada por eles estarem ocultando uma sociedade secreta de mutantes superpoderosos, mas isso certamente seria mais interessante do que saber que eles estão apenas ficando cada dia mais intoxicados.

3 – Estaleiro de São Francisco (Estados Unidos)

Construído por volta de 1870, essa base militar abandonada se tornou uma ameaça dupla de morte – e de superpoderes – ao longo dos anos. Depois de passar anos recebendo os dejetos tóxicos irresponsavelmente liberados pelos navios, o local deixou de abrigar as embarcações apenas para se tornar propriedade do Laboratório de Defesa Radiológica Naval, que por sua vez contribuiu com os materiais radioativos da primeira bomba atômica.

O resultado foi uma região de água e terra extremamente nocivas, que foi abandonada em 1994 e continua oferecendo perigo até hoje. Quem quiser passear por lá para ver se consegue encontrar alguma aranha radioativa, no entanto, terá que se apressar, já que as autoridades vêm empregando esforços para limpar o local.

4 – Funilaria Primo (Estados Unidos)

Funcionado no mesmo edifício que abrigou a Companhia Química Wolf-Alport, a Funilaria Primo hoje é o local mais radioativo dentro de Nova York. Embora as doses de radiação não matem imediatamente, as doses recebidas pelos funcionários chegam a três vezes o nível seguro por dia. Convenhamos: um mecânico humilde que ganha superpoderes automotivos é praticamente uma história em quadrinhos de super-herói feita.

5 – Super-Kamiokande (Japão)

Raios cósmicos isolados não costumam vir parar na Terra com muita frequência, mas isso não nos impediu de construir algumas instalações com o objetivo de capturar partículas raras vindas do espaço. Um ótimo exemplo é o Super-Kamiokande, uma câmara subterrânea onde os cientistas japoneses estão tentando capturar e observar os neutrinos – também conhecidos como “partículas fantasma”.

O pesquisador atingido por uma dessas dificilmente se tornaria invisível ou intangível, mas ainda assim podemos lembrar que alguns dos heróis mais poderosos retiram seus poderes das energias cósmicas. Além disso, a própria aparência do laboratório já parece algo saído diretamente de uma história em quadrinhos.

6 – Vila de Geamana (Romênia)

Quando o ditador comunista Nicolae Ceausescu inaugurou uma mina de cobre nas proximidades do vilarejo, ele passou a se deparar com um crescente suprimento de detritos tóxicos. Para resolver o problema, ele então decidiu alagar a cidadezinha e despejar o material no lago resultante.

Hoje, o local continua exibindo uma água com cores extremamente incomuns, além de expor tenebrosamente os topos de alguns dos edifícios submergidos. Por mais que um mergulho no lago provavelmente intoxicasse a pessoa corajosa – ou descuidada – o suficiente para nadar ali, talvez ela saísse com guelras ou membros extras do outro lado. Em todo caso, esse certamente parece um trabalho para o Capitão Planeta.

7 – Zona de Contenção de Love Canal (Estados Unidos)

Parecendo uma história saindo da ficção, a cidade de Love Canal descobriu, ao final da década de 1970, que toda a região em que foi construída havia se instalado sobre uma pilha de lixo tremendamente tóxico. O material havia sido enterrado ilegalmente por lá pela obscura companhia Hooker Chemical – cujo presidente provavelmente seria o vilão caso isso fosse uma história em quadrinhos.

A grande quantidade de crianças nascidas com deformidades, as estranhas poças de gosma que surgiam pela cidade e os galões de lixo tóxico que alguns moradores encontraram enterrados em suas propriedades levaram o governo a tomar uma atitude. A área foi então evacuada e isolada, ficando assim até hoje. Com tantos lugares tóxicos nos estado de Nova York, fica óbvio o motivo de tantos heróis das HQs viverem por lá.

8 – Goiânia (Brasil)

Cerca de 28 anos atrás, dois jovens catadores de papel estavam procurando material para reciclar em um prédio abandonado onde funcionava uma antiga clínica quando encontraram e abriram um aparelho contendo césio-137, um elemento altamente radioativo. Em uma história da ficção, ambos acabariam recebendo poderes espetaculares e provavelmente se tornariam arqui-inimigos – mas a realidade foi bem mais cruel.

O vazamento decorrente do material acabou contaminando e matando centenas de pessoas em Goiânia e deixou várias outras com sequelas irreversíveis e foi considerado pela Comissão nacional de Energia Nuclear como um dos maiores acidentes do tipo do mundo – perdendo apenas para o de Chernobyl.

Hoje, a cidade não oferece mais riscos de contaminação, mas a casa onde vivia um dos catadores de papel foi demolida, teve todo o seu solo removido e substituído por camadas de concreto. Nunca mais pensou-se em construir nada no local, por mais que não haja mais riscos – o que também significa que você não vai ganhar poder algum se for até lá agora.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.