"Vai, compra pipoca, vai!" (Fonte da imagem: Reprodução/iStock)

Se você não consegue assistir a um filme sem pegar um balde de pipocas antes de a sessão começar, saiba que você já pode comemorar. Cientistas da Universidade de Scranton, nos Estados Unidos, descobriram que as pipocas podem ser mais saudáveis para o organismo do que frutas ou vegetais.

Segundo o estudo, aquelas irritantes casquinhas do milho que ficam presas em nossos dentes contêm concentrações elevadas de fibras e antioxidantes. Para Joe Vinson, um dos pesquisadores responsáveis pelo estudo, as casquinhas podem ser consideradas verdadeiras minas de ouro em termos nutricionais.

“A pipoca pode ser considerada o lanche ideal. Durante o seu cozimento, os grãos não são transformados como um todo, o que significa que 51% do peso do produto corresponde a grão integral. Um porção de pipoca pode fornecer até 70% do valor diário necessário de grãos integrais”, explica Vinson.

A pesquisa descobriu ainda que uma porção de pipoca fornece até 300 mg de polifenóis, os antioxidantes citados acima, enquanto uma ingestão típica de frutas ou verduras provê no máximo 250 mg. Entretanto, vale o alerta: as pipocas de micro-ondas costumam ter o dobro de calorias das tradicionais e você não deve deixar de comer frutas e verduras.