2 milhões de gatos selvagens são condenados à morte na Austrália

2 milhões de gatos selvagens são condenados à morte na Austrália

Último Vídeo

O governo australiano decidiu reduzir a sua população de felinos selvagens, e para isso aviões lançarão iscais envenenadas em regiões que abrigam colônias desses animais. O objetivo é impedir que esses predadores invasivos continuem a levar espécies nativas à extinção.

As iscas serão compostas por carne de canguru, gordura de frango e alguns temperos. No entanto, elas também levarão um ingrediente mortal: uma substância química chamada fluoroacetato de sódio, presente em plantas australianas do gênero Gastrolobium.

Esse composto é letal para os carnívoros que vieram de fora, como os gatos selvagens, mas não prejudica as espécies as nativas. O fluoroacetato de sódio é um pó branco inodoro e insípido que impede as células de processar energia e assim leva à inconsciência e, eventualmente, à morte.

Outra isca que será lançada pelos aviões australianos contará com uma pelota de uma substância química conhecida como 4'-aminopropiofenona. Os gatos selvagens conseguirão engolir esse composto por inteiro, mas os mamíferos menores não.

Uma praga em solo australiano

(Engin Akyurt/Pexels)

Os gatos foram levados para a Austrália pelos colonizadores europeus em 1700 e se tornaram selvagens por volta de 1850. Desde então, 34 espécies encontradas apenas no país foram extintas, sendo que os felinos são diretamente responsáveis por pelo menos 22 desses casos.

Atualmente, os gatos selvagens são considerados uma ameaça para diversas espécies australianas: 36 mamíferos, 35 pássaros, 7 répteis e 3 anfíbios. De acordo com as autoridades locais de conservação, eles mataram mais de 316 milhões de pássaros e 526 milhões de répteis nos últimos anos.

Estimativas apontam que entre 2 e 6,3 milhões de gatos vivem no país, podendo ser encontrados em 100% do continente e 80% das ilhas. Na penúltima vez em que a Austrália anunciou que os abateria, o comissário Gregory Andrews os classificou como a maior ameaça aos animais nativos.

Aproximadamente 211 mil gatos foram abatidos na Austrália ao longo de 2016. A próxima campanha de abate será colocada em prática em 2020, com o objetivo de abater mais 2 milhões de animais. Além das iscas venenosas, o governo empregará armas e armadilhas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.