O bebê mais prematuro do mundo entra para o livro dos recordes

Curtis Zy-Keith Means nasceu em 5 de julho de 2020 no estado do Alabama (EUA). O pequeno bebê de apenas 21 semanas e 1 dia chegou ao mundo exatamente 1 mês depois do detentor do recorde anterior de bebê mais prematuro do mundo, que era Richard Hutchinson, do Wisconsin — nasceu com 21 semanas e 2 dias no dia 5 de junho de 2020.

(Fonte: Guinness World Records/ Reprodução)(Fonte: Guinness World Records/ Reprodução)

A gravidez de Michelle Butler, mãe de Curtis, não dava sinais de grandes complicações e tudo indicava que ele nasceria na época prevista. Contudo, no dia 4 de julho de 2020, ela foi levada às pressas para o hospital, sendo submetida a uma cirurgia de emergência. Foi aí que Curtis nasceu pesando apenas 420 gramas.

(Fonte: Guinness World Records/ Reprodução)(Fonte: Guinness World Records/ Reprodução)

Normalmente, uma gravidez chega ao fim após 40 semanas. Isso significa que esse caso tem uma prematuridade de quase 19 semanas. Sendo assim, a data prevista para o nascimento de Curtis era por volta do dia 11 de novembro de 2021. E, sim, ele acabou de completar 1 ano de vida!

Felicidade em meio ao luto

Ao longo de seu primeiro ano de vida, Curtis demonstrou uma extrema vontade de ficar vivo. Segundo sua mãe, os médicos que têm acompanhado tudo disseram a ela que bebês nascidos em condições semelhantes às de seu filho dificilmente conseguem viver até completar 1 ano.

Apesar de toda a felicidade em torno da vitória de Curtis, há luto na sua trajetória e na de sua mãe: ele é o sobrevivente de gêmeos.  C'Asya Means, sua irmã, também nasceu com 21 semanas e 1 dia, no entanto, a bebê estava bem menos desenvolvida e não respondeu tão bem ao tratamento quanto o irmão. Infelizmente, faleceu apenas 1 dia após o nascimento.

(Fonte: Guinness World Records/ Reprodução)(Fonte: Guinness World Records/ Reprodução)

Os primeiros anos de vida de Curtis serão acompanhados rigorosamente por médicos, afinal, tudo é único e excepcional. Sua alta do hospital, por exemplo, somente foi possível após a equipe médica avaliar cuidadosamente o que ele precisaria. 

Além de uma medicação personalizada, o bebê mais prematuro do mundo ainda vai ter um duro caminho pela frente já que vai precisar usar oxigênio engarrafado e um tubo de alimentação.

(Fonte: Guinness World Records/ Reprodução)(Fonte: Guinness World Records/ Reprodução)

Após completar seu 1° aniversário, em 5 de julho de 2021, Curtis se qualificou para ocupar o posto de bebê mais prematuro do mundo a sobreviver, segundo o site do Guinness World Records.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.