(Fonte da imagem: iStock)

Nos últimos anos, o consumo de suplementos vitamínicos aumentou consideravelmente. Mas será que a absorção de vitaminas por meio de pílulas é tão saudável quanto à obtida com uma alimentação balanceada? Uma pesquisa publicada no The Chochrane Library mostra que talvez isso não seja tão seguro quanto se pensa.

Segundo o estudo, quantidades elevadas de betacaroteno, vitamina E e vitamina A podem ser responsáveis pelo aumento de taxas de mortalidade. Para que pudesse houver maior controle das dosagens, suplementos deveriam ser considerados como produtos medicinais. Isso significa que eles deveriam ser recomendados por médicos, não vendidos indiscriminadamente para qualquer consumidor.

Outro estudo publicado pelo National Insitutes of Health (Estados Unidos) aponta para o aumento no risco da ocorrência de câncer de próstata em pessoas que consomem suplementos de vitamina E. O que os responsáveis pelo primeiro estudo querem não é proibir a venda dos produtos, mas regular o seu consumo de uma maneira que evite danos à saúde dos consumidores – apesar de a alimentação saudável ainda ser a melhor opção.