'Herbívoros': quase 50% dos adultos japoneses deixaram de fazer sexo
121
Compartilhamentos

'Herbívoros': quase 50% dos adultos japoneses deixaram de fazer sexo

Último Vídeo

Enquanto o governo japonês se esforça para frear a constante diminuição do índice de nascimentos no país, um estudo conduzido pela Associação de Planejamento Familiar do Japão indica que boa parte da população adulta nacional não está fazendo sua parte. De acordo com o levantamento, quase 50% dos cidadãos em idade adulta não estão praticando sexo com regularidade.

Após realizar entrevistas com 3 mil pessoas, os pesquisadores constataram que 49,3% deles não haviam tido relações sexuais no último mês – sendo que 48,3% dos homens e 50,1% das mulheres participantes afirmaram ter se abstido. Os novos números representam um crescimento de 5% para ambos os gêneros com relação a outro estudo similar, realizado em 2012.

Questionados sobre o porquê de não estarem praticando o bom e velho “rala e rola”, 21,3% dos homens casados afirmaram que ficam cansados demais depois do dia de trabalho, enquanto 15,7% disseram ter perdido o interesse por suas esposas após o nascimento de seus filhos. Entre as mulheres, 23,8% afirmaram que o sexo é algo “incômodo”, e 17,8% culparam o cansaço após trabalhar.

Não gostam da fruta... ou da carne

Além do problema com a população adulta, outra estatística que preocupa o governo do Japão é o aumento da quantidade de jovens com pouco ou nenhum interesse em sexo, grupo que ganhou o apelido de “herbívoros” entre os japoneses. Mais de 20% dos homens com idade entre 25 e 29 anos demonstram não dar importância ao ato sexual, número que é maior ainda quando pessoas mais jovens entram na conta – saiba mais clicando aqui.

Atualmente, a população do Japão é de aproximadamente 126,6 milhões de pessoas, e cerca de 25% desse total é constituídos por idosos, com 65 anos ou mais – um aumento de 1,12 milhão de pessoas com relação aos números de 2012. Ao mesmo tempo, a taxa de fertilidade de 1,41 bebê por mulher indica que não estão nascendo crianças o suficiente para sustentar a população do país, o que certamente vai significar problemas cada vez maiores no futuro.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.