Radição de tempestade solar deixou "cega" sonda espacial europeia. (Fonte da imagem: Space Weather)

O Tecmundo noticiou no dia 24 de janeiro que a Terra estava sob alvo de uma das maiores tempestades solares dos últimos anos, o que poderia acarretar em interferência nas comunicações de forma generalizada. Pois uma das vítimas do fenômeno é a sonda espacial Venus Express, da ESA, a Agência Espacial Europeia.

Responsável por observar a atmosfera de Vênus, o segundo planeta mais próximo do Sol no Sistema Solar, a sonda lançada em 2005 está inoperante há cerca de dois dias, segundo o Slash Gear. Suas câmeras startracker pararam de funcionar devido ao excesso de radiação.

Como funciona com energia solar, a sonda precisa que seus painéis estejam sempre na mira do Sol. Normalmente, isso é feito de forma automática, com o equipamento se guiando por meio da interpretação das imagens captadas por suas câmeras. Os controladores gerenciam manualmente a sonda, movendo seus giroscópios, enquanto tentam devolver o funcionamento às startrackers.