SPFW termina e lança manifesto à presidenta Dilma
Seja o primeiro a compartilhar

SPFW termina e lança manifesto à presidenta Dilma

Equipe MegaCurioso

Agência Fotosite/Divulgação

Terminou no sábado (16), no prédio da Fundação Bienal em São Paulo, a 33ª edição do São Paulo Fashion Week (SPFW), após uma maratona de 32 desfiles com as novidades para a temporada verão 2012/2013. No desfile da Cavalera, que aconteceu sábado (16) pela manhã em um ferro velho na Mooca, em São Paulo, um grupo de estilistas, liderado por Paulo Borges, diretor criativo do SPFW pediu à presidente Dilma Rousseff mais atenção para a moda. O grupo encerrou o desfile com um manifesto: Paulo Borges passou pela passarela com os estilistas Alexandre Herchcovitch, Alberto Hiar, Reinaldo Lourenço, Lino Vilaventura, Roberto e Raquel Davidowicz, João Pimenta, Samuel Cirnansck, Rodolfo Souza, Marcelo Sommer, além de profissionais da moda, todos vestindo uma camiseta com a frase "Presidenta Dilma: precisamos falar com vc. A moda agradece"

O objetivo do manifesto é estabelecer um canal de comunicação com o governo federal, a fim de se criar uma política de desenvolvimento para a indústria criativa da moda. A proposta é viabilizar, em conjunto, a formulação de uma política econômica que torne a moda brasileira ainda mais competitiva. No próximo dia 26, Paulo Borges e estilistas vão se reunir em São Paulo para definir os pontos que irão integrar o manifesto com reivindicações do setor e que deverá ser apresentado à presidenta.

Em época de Rio +20, a sustentabilidade, em todos os seus pilares - econômico, ambiental, social e cultural -, foi o grande tema desta edição do evento. Tendo como mote "A Gente Transforma: histórias que contam", o SPFW reafirmou a importância do conhecimento e da educação para sustentar. Com curadoria de Marcelo Rosenbaum, o evento apresentou percursos do projeto homônimo criado e desenvolvido pelo arquiteto e designer paulista na comunidade de Várzea Queimada, no interior do Piauí, que resultou no desenvolvimento de produtos de design a partir da palha de carnaúba e da borracha de pneus. O projeto foi tema também de palestra, com as presenças de Rosenbaum, do fundador do Instituto Arapoty, Kaká Werá, e Geovane Da Silva, morador do Parque Santo Antônio, zona sul de São Paulo, que contaram as histórias do "A Gente Transforma".

Agência Fotosite/Divulgação

Logo na entrada da Bienal, uma grande instalação celebrava, por meio de imagens, texturas, produtos finais e dados, o desenvolvimento e os resultados do projeto Traces, que rastreou a pegada de carbono e os impactos socioambientais de seis e-fabrics® (materiais sustentáveis) usados pela marca Osklen: algodão orgânico, algodão reciclado, couro pirarucu, juta da Amazônia, malha pet e seda orgânica. Fruto da cooperação entre o Instituto-e e o Ministério do Meio Ambiente da Italia, o Projeto Traces foi apresentado durante mesa redonda no SPFW, com as participações do ambientalista Corrado Clini, Ministro italiano do Meio Ambiente, do empresário Oskar Metsavaht, diretor de criação da Osklen e presidente do Instituto-e; da pesquisadora e ambientalista Martina Hauser, coordenadora do Projeto Traces no Ministério do Meio Ambiente da Itália; do empresário Mario Garnero, presidente do Fórum das Américas; e de Rafael Cervone, diretor do Programa TexBrasil, da ABIT.

Aproximando e integrando

Agência Fotosite/DivulgaçãoMicro e pequenas empresas foram selecionadas para comercializar suas coleções na 33ª edição da
semana de moda, como parte do projeto "Contextualizar na Moda", criado a partir de um convênio entre o Sebrae Nacional e o IN-MOD (Instituto Nacional de Moda e Design). Esse é um dos primeiros resultados do projeto que visa inspirar e qualificar a produção brasileira de design de moda nos segmentos de vestuário, acessórios e calçados, aproximando e integrando novos segmentos e regiões do país ao design de alto valor agregado. Ao todo 14 micro empreendedores de seis estados brasileiros expuseram suas criações na loja Pop Up SPFW, onde também foram comercializadas peças das coleções Toca da Palha e Toca da Borracha, desenvolvidas pelo projeto AGT em Várzea Queimada. Já entre as marcas selecionadas pelo Sebrae estavam A Bossa do Pano, Karol Martins, Crystal Dog, Liverpool Camisetas, Zóia, TAI DAI, Mãe D´Água, Menem Skateboard, Santa Cris, Goya Lopes, Alma Gorda, Caye Pedras e Muv Shoes.

Novidades

Entre as novidades desta edição destacaram-se o retorno de Ronaldo Fraga, Paula Raia e Forum, e as estreias de Vitorino Campos e Têca por Helô Rocha. Idealizado e produzido pela Luminosidade, o SPFW é o mais importante evento de moda do país e um dos principais do mundo. A indústria da moda reúne hoje 30.000 empresas, movimentando mais de US$ 50 bilhões por ano e emprega quase dois milhões de brasileiros.

Público

Nesta edição, o SPFW recebeu cerca de 100 mil visitantes, durante os seis dias de evento no prédio da Fundação Bienal. Mais de 11 mil pessoas, entre empregos diretos e indiretos, trabalharam nesta edição do SPFW. O SPFW TV produziu 48 horas de conteúdo original a partir da Bienal, com transmissão ao vivo pela internet. Já o portal FFW alcançou o total de 4 milhões de page views durante a semana de moda.

Desfilaram para as 32 marcas que fizeram parte do line up 350 modelos. A média de jornalistas e profissionais de imprensa na cobertura do evento é de mais de 2.100 nacionais e internacionais cadastrados, de dezenas de países, entre Itália, Austrália, França, Estados Unidos, Inglaterra, Rússia, Mexico, Argentina, entre outros.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER