(Fonte da imagem: Reprodução/Gizmodo)

Você já teve que retirar a tinta velha de alguma parede ou portão? Se as resposta for “sim”, você já sabe o quanto isso pode ser difícil e chato. Aparentemente, a Força Aérea norte-americana também não gosta de trabalhar com pinturas velhas e criou robôs com laser para desempenhar exatamente essa atividade.

Apesar de parecer uma ideia boba, eles usam essas máquinas para “descascar” aviões inteiros. Para isso, os lasers ficam presos em braços articulados para que o ângulo de trabalho esteja sempre certo. Depois disso, os feixes de luz concentrada passam pulverizando a pintura antiga — e o que sobra é uma poeira fina, sugada imediatamente por uma espécie de aspirador de pó.

Os estudos ainda não terminaram

O projeto para desenvolver uma pequena frota desses robôs ainda está em andamento. O estudo é realizado pelo Laboratório de Pesquisa das Forças Armadas em conjunto com o Centro Nacional de Engenharia Robótica da Universidade Carnegie Mellon e a Concurrent Technologies Corporation.

Até o presente momento, os robôs estão em fase de teste, em uma base de Utah. Seis máquinas estão trabalho e obtendo bons resultados, tanto que é necessária pouca assistência humana para que a tinta dos aviões possa ser retirada.