Um avião de papel, com 14 metros de comprimento e asas de 7 metros de envergadura, foi lançado sobre o deserto do Arizona pelo Pima Air & Space Museum.

Um grupo de engenheiros aeronáuticos se inspirou em Arturo Valdenegro, um garoto de 12 anos, para desenvolver a aeronave. O menino participou de um concurso regional de lançamento de aviõezinhos de papel promovido pelo museu, e o seu modelo foi o que voou mais longe, entre todos os concorrentes.

O avião de papel gigante — pesando 365 quilos — alcançou a respeitável velocidade de 158 km/h e 824 metros de altitude. Arturo estava presente para acompanhar o lançamento.