Avião desaparecido caiu no Oceano Índico, afirma Premiê da Malásia
57
Compartilhamentos

Avião desaparecido caiu no Oceano Índico, afirma Premiê da Malásia

Último Vídeo

Najib Razak, primeiro-ministro da Malásia, acaba de declarar que não há mais dúvidas de que o Boeing 777-200 desaparecido que fazia o voo MH370 da Malaysia Airlines caiu no Oceano Índico e não deixou sobreviventes. “É com profunda tristeza que eu devo informar-lhes que, de acordo com os novos dados, o voo MH370 terminou no sul do Oceano Índico”, declarou Razak.

Em entrevista coletiva na manhã desta segunda (24), o primeiro-ministro afirmou que foi possível chegar a essa conclusão com base em análises das informações obtidas de um sistema de satélite automático da aeronave.

Essas análises descartaram alguns dos possíveis caminhos que o avião poderia ter seguido depois do último contato com o solo e apontaram que o voo teria se dirigido às águas remotas a sudoeste da Austrália, onde não há terras que permitissem um pouso seguro. Apesar da afirmação sobre a queda, o primeiro-ministro não confirmou que os objetos vistos no mar por aviões chineses e australianos sejam destroços da aeronave e disse que as buscam continuam.

Antes de Najib Razak fazer seu pronunciamento à imprensa, os oficiais da Malasya Airlines repassaram as informações aos familiares dos passageiros e tripulantes, que estavam reunidos em um hotel em Kuala Lumpur, e mandaram mensagens de texto para os que não estavam presentes. A imprensa relatou que puderam ser ouvidos muitos gritos e choro dos familiares ao receberam a notícia de que ninguém havia sobrevivido à queda da aeronave. Uma mulher que desmaiou e outras pessoas em estado de choque receberam atendimento médico.

O vídeo do pronunciamento do primeiro-ministro da Malásia pode ser assistido logo abaixo, com áudio em inglês (legendas em inglês podem ser habilitadas):

Via EmResumo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.