Sinistro: larva transforma aranha em zumbi e suga toda a sua vida [vídeo]
257
Compartilhamentos

Sinistro: larva transforma aranha em zumbi e suga toda a sua vida [vídeo]

Último Vídeo

Nós aqui do Mega Curioso já falamos a respeito de parasitas malditos que dominam os corpos e mentes de suas vítimas e as transformam em zumbis, e você pode conhecer alguns desses seres através deste, deste e deste link. Pois entre essas criaturas sinistras temos a vespa parasítica Reclinervellus nielseni — que gosta de escravizar aranhas da espécie Cyclosa argenteoalba.

De acordo com Elizabeth Palermo do portal Live Science, um time de pesquisadores japoneses apresentou um estudo no qual descreve o comportamento dos dois animais. Segundo os cientistas, a vespa fêmea ataca a aranha em sua teia e deposita um ovinho no abdome do aracnídeo.

Cyclosa argenteoalba, antes de ser possuída!

Do ovinho sai uma larva, e é ela quem passa a controlar o comportamento da aranha enquanto ela se desenvolve, transformando a coitada em zumbi. Então, a escrava começa a “reformar” a teia — quando não a abandona por completo! — e começa a tecer uma nova mais resistente que é perfeita para que a larva fique protegida enquanto passa para sua próxima fase de desenvolvimento, quando fica envolta em um casulo.

Só que, depois que a aranha termina de produzir a teia de proteção, antes de a larva se abrigar em seu casulo, ela ataca a escrava zumbi e suga toda a sua vida! Você se lembra do que acontecia no filme “A Múmia”, quando Imhotep, o sumo sacerdote do Faraó, rouba a vida dos aventureiros para recuperar seu antigo corpo?

Pois algo bem parecido acontece entre a aranha e a larva! A diferença é que, assustadoramente, a coisa acontece na vida real, e não em um filme de Hollywood. Assim, como você poderá conferir no vídeo a seguir, depois que a aranha perde sua utilidade, a larva suga a coitadinha até que não reste nada além de uma carcaça — e a descarta. Assista:

Segundo as informações que acompanham o vídeo, a sequência foi capturada ao longo de 21,5 horas — de sofrimento! —, e mostra a larva sugando várias partes do corpo da aranha, incluindo o cefalotórax e as patas. Depois de terminar o lanchinho, os cientistas contaram que a larva descansou um pouco, escolheu um lugar na teia e começou a produzir o casulo.

Conforme explicaram os pesquisadores, as C. argenteoalba produzem diversos tipos de teias com funções diferentes ao longo da vida, como uma específica para caçar e outra de repouso — bem mais resistente do que a de caça — para se abrigar enquanto passam pela ecdise, ou seja, quando ocorre a muda do exoesqueleto.

Esse processo é desencadeado pela liberação de um hormônio, e os cientistas suspeitam que a larva provavelmente injete uma substância semelhante no corpo da aranha, fazendo com ela comece a construir a teia de repouso para a parasita.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.