Confira os incríveis desenhos que este artista cria apenas andando na neve
178
Compartilhamentos

Confira os incríveis desenhos que este artista cria apenas andando na neve

Último Vídeo

Simon Beck é um cartógrafo e artista de 55 anos que anda muitos quilômetros diariamente apenas para criar gigantescos desenhos na neve com as suas pegadas.

Os desenhos têm em média 100 x 100 m e podem levar até 11 horas para serem terminados, mas o resultado é simplesmente deslumbrante e pode ser destruído na próxima nevasca.

Enquanto muitas crianças só querem saber de brincar na neve e fazer bonecos, Simon faz desenhos geométricos maravilhosos.

Ele usa uma bússola e fita métrica para se orientar e uma corda com uma âncora para conseguir fazer círculos perfeitos. O desenho é criado apenas com as pegadas na neve.

Às vezes o trabalho continua noite adentro e Simon Back precisa usar uma lanterna para concluir o desenho.

O artista chega a andar 40 km em 10 horas para completar suas obras.

Algumas raras vezes o artista pode deixar o trabalho inacabado, caso esfrie demais ou ele sinta muita dor.

Simon recentemente começou a fazer também desenhos na areia e disse que é muito mais fácil de trabalhar por não deixar marcas tão facilmente.

Na praia, além dos instrumentos habituais, ele usa um rastelo para fazer os desenhos. Só é preciso tomar cuidado para a maré não levar tudo embora antes do desenho ser terminado.

Além de não deixar tantas marcas com as pegadas, o cartógrafo também disse que é mais fácil trabalhar na praia porque é mais fácil caminhar na areia do que na neve pesada.

Independentemente do tipo de superfície que Simon trabalha, os seus desenhos são sempre incríveis e totalmente efêmeros. Ainda bem que é possível eternizar tudo com fotos.

Foto do Artista

O frio não vai mesmo me incomodar.

O artista primeiro faz o desenho no papel e depois estuda o terreno para saber como pode posicionar melhor a obra.

Simon Beck é bastante metódico na técnica de fazer os desenhos na neve, pois, se ele não seguir o percurso correto, pode arruinar a parte já concluída do projeto.

O trabalho envolve muita matemática, técnica, paciência e precisão.

Para conseguir tirar fotos dos gigantescos desenhos, ele precisa usar uma aeronave, teleférico ou subir até o cume de uma montanha.

O artista procura sempre terrenos planos onde a neve esteja solta e tenha pelo menos vinte centímetros de profundidade para que apareça bem nas fotos.

Dependendo do ângulo ou do horário que as fotos são tiradas, o mesmo desenho pode ficar com um visual totalmente diferente.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.