10 imagens espetaculares registradas recentemente no Sistema Solar
16
Compartilhamentos

10 imagens espetaculares registradas recentemente no Sistema Solar

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Já faz algumas décadas que os astrônomos nos brindam com imagens incríveis de astros que “habitam” no Sistema Solar. No entanto, com os avanços tecnológicos dos últimos anos e o lançamento de telescópios e sondas espaciais cada vez mais potentes, os registros não só permitem que nos sintamos mais próximos de objetos celestes que se encontram a milhões de quilômetros de distância, como, vez ou outra, as fotos mais parecem obras de arte do que capturas cujo objetivo — no fundo — é ajudar a Ciência a entender o Universo.

Pois o pessoal do The Washington Post publicou uma belíssima galeria de imagens — contendo registros editados e não editados — divulgadas recentemente pelas agências espaciais, e nós aqui do Mega Curioso selecionamos algumas das mais interessantes para compartilhar com vocês. Confira a seguir:

1 – Júpiter

NASA, ESA, and A. Simon (GSFC) via AP

A imagem acima foi capturada pelo telescópio espacial Hubble no comecinho de abril, quando, devido à sua órbita, o planeta se encontrava a apenas 668 milhões de quilômetros de distância da Terra.

2 – Atmosfera jupteriana

NASA/JPL-Caltech/SWER/MSS/Roman Tkachenko/AFP/Getty Images

A foto acima, da atmosfera de Júpiter, mostra imensas nuvens que foram capturadas pela sonda espacial Juno a 14 mil quilômetros da superfície.

3 – Polo sul

NASA/JPL-CalTech/SwRI/MSSS/John Landino/via AFP/Getty Images

Também registrada pela sonda espacial Juno, a imagem acima foi clicada em fevereiro durante um sobrevoo sobre o polo sul de Júpiter — a quase 110 mil quilômetros de altitude.

4 – Cânion marciano

ESA/DLR/FU Berlin/NASA/European Pressphoto Agency

A imagem acima, divulgada pela Agência Espacial Europeia em fevereiro deste ano, mostra um imenso cânion que se encontra no polo norte de Marte. Chamado Chasma Boreale, ele conta com cerca de 560 quilômetros de extensão — o que significa que essa formação é mais de 100 quilômetros mais longa do que o famoso Grand Canyon, situado nos EUA.

5 – Planície

NASA/JPL-Caltech/University of Arizona/via AFP/Getty Images

Capturada em janeiro deste ano, a imagem mostra uma região de Marte chamada Utopia Planitia, uma imensa bacia de impacto que ocupa 3,3 mil quilômetros de diâmetro.

6 – Ceres

NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA

Ceres, como você deve saber, é um planetinha anão que reside no cinturão de asteroides que existe entre Marte e Júpiter. A imagem acima foi registrada no final de março pela sonda espacial Dawn a uma distância de 48,3 mil quilômetros.

7 – Ondas?

NASA/JPL-Caltech/Univ. of Arizona

Embora pareçam ondas, as formações acima são camadas de depósitos em sendimentos presentes na cratera Galle, de Marte, situada na bacia de impacto Argyre Planitia. A imagem foi divulgada no finalzinho de março deste ano.

8 – Atmosfera de Saturno

NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute via Reuters

Imagem não processada que mostra o que a sonda Cassini da NASA “viu” durante seu primeiro mergulho no espaço entre Saturno e seus anéis. Jamais um equipamento enviado pelo homem havia registrado uma imagem tão próxima da atmosfera do gigante gasoso.

9 – Satélite

NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute via AP

Viu aquele pontinho branco próximo aos anéis de Saturno? É uma das luas do planeta, Mimas, que mede cerca de 2 quilômetros de diâmetro. A imagem foi capturada pela Cassini em novembro do ano passado.

10 – Vizinho distante

NASA/Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory/Southwest Research Institute/AP

Divulgada em março deste ano, a imagem acima mostra Plutão iluminado à contraluz pelo Sol. O registro foi feito pela sonda espacial New Horizons quando ela se encontrava a 193 mil quilômetros de distância do planeta anão.

*A imagem que abre esta matéria mostra uma imensa cratera situada no hemisfério norte de Marte. Ela pertence a uma classe de formações geológicas conhecidas pelos astrônomos como “gully” (ou gullies, no plural). Em português, esse termo se refere às voçorocas, e os cientistas escolheram essa terminologia para se referir a esse tipo de cratera marciana justamente por elas se parecerem com os buracões que surgem aqui na Terra pela ação da erosão. 

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.