(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia)

Embora o planeta Vênus seja muito parecido com a Terra quando levamos em consideração seu tamanho e distância orbital em relação ao Sol, sua superfície apresenta características bem opostas às do nosso planeta, marcando temperaturas que chagam a alcançar 460 °C. Quente...

Entretanto, de acordo com a ESA, uma de suas sondas espaciais detectou uma camada gelada na atmosfera de Vênus, localizada a aproximadamente 125 quilômetros da superfície, próximo à linha que divide o lado iluminado e o não iluminado do planeta. Segundo a agência espacial europeia, nessa região a temperatura cai drasticamente, batendo os -175 °C.

Festa e gelo-seco?

Como a atmosfera de Vênus é rica em dióxido de carbono, a temperatura registrada pela sonda se encontra abaixo do ponto de congelamento do CO2, e os cientistas da ESA acreditam na probabilidade de que ocorra a formação de gelo-seco nessa porção da atmosfera — assim como ocorre em Marte.

Segundo os cientistas, o mais interessante é o fato dessa área gelada se encontrar entre duas camadas atmosféricas mais quentes e dois perfis de temperatura da superfície do planeta bem diferentes, sugerindo que eventos bem interessantes podem ocorrer no céu de Vênus e ninguém tê-los observado ainda. Uma festa venusiana com direito a muito gelo-seco, talvez?

Fonte: European Space Agency