11 fotos da Terra tiradas do espaço que mais parecem obras de arte
40
Compartilhamentos

11 fotos da Terra tiradas do espaço que mais parecem obras de arte

Último Vídeo

Além de ajudar a desvendar os mistérios do cosmos e permitir o funcionamento de serviços de telecomunicações, através dos satélites podemos enxergar nosso planeta sob um novo ponto de vista. Algumas imagens dos satélites do projeto Landsat da NASA, em operação desde 1972, ademais da sua relevância científica, nos revelam a beleza do relevo da Terra. Veja alguns desses registros que mais parecem pinturas:

1. Através da detecção por infravermelho, nesta paisagem do sul do Egito, o deserto do Saara aparece em azul, enquanto as nuvens que pairam sobre ele são representadas pela cor vermelha

(Reprodução/Eros)

2. Imagens de satélite capturam as áridas terras do território queniano, situado no leste africano

(Reprodução/Mental Floss)

3. Geleiras de sal no Irã

(Reprodução/Mental Floss)

4. Registro das águas rasas do litoral de Guiné-Bissau, país situado do noroeste do continente africano, onde também se fala o português 

(Reprodução/NASA)

5. Imagem feita em 1999 mostra o lago Carnegie, que fica na Austrália; nos períodos chuvosos, ele fica coberto de água e, nos dias de estiagem, ele se transforma em um lamacento pântano

(Reprodução/NASA)

6. Falhas geológicas no oeste da China

(Reprodução/Mental Floss)

7. Em 2010, perto da costa da Argentina, duas fortes correntes marítimas produziram uma proliferação de fitoplâncton tão intensa que era evidente até do espaço

(Reprodução/NASA)

8. Através desta imagem de satélite, é possível compreender a importância do rio Nilo para o cultivo da agricultura; em tons esverdeados, as férteis várzeas do segundo rio mais longo da Terra

(Reprodução/Eros)

9. Cercado pelo deserto do Saara — em tons mais escuros — está o campo vulcânico de Haruj, localizado na região central da Líbia, na África

(Reprodução/Eros)

10. No lugar exato de uma cratera no Canadá, fica o lago Manicouagan

(Reprodução/Mental Floss)

11. Ocupação do solo nas margens do rio Tietê, em Ibitinga (SP); em tons mais roxos e azulados, ficam as lavouras, já as áreas mais urbanizadas são indicadas pelos tons mais amarelados e esbranquiçados

(Reprodução/Mental Floss)

Você já encontrou alguma formação inusitada no relevo terrestre com o Google Earth? Comente no Fórum do Mega Curioso!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.